A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

23/02/2016 10:43

Donos de boxes podem emprestar até R$ 5 mil para ampliar negócio

Liana Feitosa
Beneficiados pagarão os empréstimos em até 12 meses com juros de 1,5% ao mês. (Foto: Marcos Ermínio)Beneficiados pagarão os empréstimos em até 12 meses com juros de 1,5% ao mês. (Foto: Marcos Ermínio)

Trinta cooperados da AVA (Associação de Vendedores Ambulantes do Camelódromo) assinaram nesta terça-feira (23) contrato com a prefeitura para receber de R$ 3 mil a R$ 5 mil em empréstimo para ampliar os negócios, comprar mercadorias e, assim, conseguir aumentar a renda graças à uma margem maior de lucro.

A liberação dos recursos, que representa um montante de R$ 135,9 mil liberados hoje pelo Banco Canindé, um programa de microcrédito é gerenciado pela Funsat (Fundação Social do Trabalho), é uma medida para combater a crise, segundo Aldo Donizete, diretor-presidente da fundação.

Vantagem - "Esse crédito oportuniza a geração de renda e o desenvolvimento do empreendedor local. Se o autônomo tem um bom projeto, um analista vê se o negócio é viável e libera o empréstimo do crédito", explica.

Os beneficiados pagarão os empréstimos em até 12 meses com juros de 1,5% ao mês. Caso o pagamento seja feito pontualmente, há ainda desconto de 0,2% nesses juros.

De acordo com Aldo Donizete, diretor-presidente da Funsat, qualquer empreendedor de Campo Grande pode ter acesso aos benefícios. Cerca de 400 microcréditos já foram liberados na Capital. (Foto: Marcos Ermínio)De acordo com Aldo Donizete, diretor-presidente da Funsat, qualquer empreendedor de Campo Grande pode ter acesso aos benefícios. Cerca de 400 microcréditos já foram liberados na Capital. (Foto: Marcos Ermínio)

De acordo com Aldo, qualquer empreendedor de Campo Grande pode ter acesso aos benefícios. Cerca de 400 microcréditos já foram liberados na Capital e, ainda neste ano, espera-se atender mais 500 microempreendedores com recursos.

Entre os beneficiados pelo programa, além de lojistas do Camelódromo, estão mototaxistas que usarão o recurso para trocar o veículo de trabalho.

Beneficiado - Clênio Alisson Tavares, de 36 anos, que também está no grupo de beneficiados, é lojista do Camelódromo há 6 anos, onde comercializa acessórios para celular, principalmente capinhas. Com o dinheiro, pretende fazer uma grande compra para reforçar o estoque. "Comprando em grande quantidade, consigo trazer lançamentos e negociar um preço mais baixo pelos produtos e, assim, fazer promoções para o consumidor", conta.

"Esse crédito facilitou muito, se fosse tentar conseguir esse empréstimo em um banco convencional, não daria certo, sem contar que seria impossível conseguir juros tão baixos", comemora.

Para o prefeito Alcides Bernal (PP), a medida só traz benefícios ao município, inclusive para o caixa, já que a adimplência é total. "Só temos que comemorar porque todo recurso repassado voltou com pontualidade para os cofres públicos", afirma.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions