A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/12/2013 16:34

Economia de 10 cidades de MS encolheram após a crise econômica de 2008

Edivaldo Bitencourt

A crise econômica mundial, iniciada em 2008, afetou a economia de 10 municípios de Mato Grosso do Sul entre 2010 e 2011, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O município mais prejudicado foi Porto Murtinho, que viu o PIB (Produto Interno Bruto), soma de todas as riquezas, encolher 8,76%.

Conforme o IBGE, a economia da cidade fronteiriça passou de R$ 255,6 milhões para R$ 244,2 milhões no período.
Também foi bastante prejudicada Santa Rita do Pardo, que teve redução de 8,9% no PIB, de R$ 154,7 milhões para R$ 140,9 milhões.

Ribas do Rio Pardo, que deverá ter o PIB multiplicado por 13 com a chegada de uma fábrica de celulose, teve redução de 1,67% no período, de R$ 471,1 milhões para R$ 463,2 milhões.

Entre as maiores cidades, Aquidauana viu a economia encolher no período, de R$ 531,5 milhões para R$ 529,2 milhões.
Pequenos municípios completam a lista dos PIBs que ficaram menores entre 2010 e 2011: Guia Lopes da Laguna (de R$ 118 milhões para R$ 117,8 milhões), Bandeirantes (de R$ 115,5 milhões para R$ 111,8 milhões), Selvíria (de R$ 115,8 milhões para R$ 108,3 milhões), Corguinho (de R$ 71,1 milhões para R$ 69,3 milhões), Taquarussu (de R$ 68,2 milhões para R$ 67 milhões) e Figueirão (R$ 57,4 milhões para R$ 56,2 milhões).

Mais rico, Chapadão tem renda de R$ 40,1 mil, enquanto Japorã R$ 6,4 mil
Com cerca de 20 mil habitantes, Chapadão do Sul é o município mais rico de Mato Grosso do Sul, considerando a renda per capita da população, divulgad...
Cinco municípios de MS ficam entre os 30 mais ricos do Centro-Oeste
O PIB (Produto Interno Bruto), que é soma total das riquezas, de cinco municípios de Mato Grosso do Sul ficou entre os 30 maiores do Centro-Oeste em ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions