A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

18/01/2018 17:49

Em fiscalização, Procon recolhe 197 produtos em conveniência no Centro

Ação na loja do Alemão Conveniências foi motivada por denúncia; maioria dos produtos era conservada fora da temperatura recomendada. Loja fará auditoria interna

Humberto Marques
Fiscalização do Procon teve o apoio da Decon e foi à loja após denúncia por meio do site da instituição. (Foto: Divulgação)Fiscalização do Procon teve o apoio da Decon e foi à loja após denúncia por meio do site da instituição. (Foto: Divulgação)

O Procon-MS (Superintendência de Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul) realizou na manhã desta quinta-feira (18) fiscalização na loja do Alemão Conveniências, no Centro de Campo Grande, recolhendo do local 197 itens que estavam fora das especificações necessárias para comercialização.

Após a ação, foi aberto procedimento pode resultar em multa de até R$ 50 mil ao estabelecimento. A direção da empresa, por sua vez, informou ao Campo Grande News que já tomou providências para apurar as falhas indicadas pelo Procon, restritas a um grupo restrito de mercadorias.

A assessoria do Procon informou que a fiscalização, que teve apoio da Decon (Delegacia do Consumidor), foi resultado de denúncia no site da instituição. Foram encontrados na loja 29 produtos fora do prazo de validade e três sem informações específicas sobre as características. A maioria dos itens recolhidos –165 no total– foram considerados impróprios para o consumo por não estarem armazenados na temperatura ideal.

Marcelo Salomão, superintendente do Procon-MS, informou que todos os produtos foram descartados, evitando que chegassem às casas dos consumidores. “Será aberto um processo administrativo no qual poderá ser aplicada sanção administrativa que pode chegar aos R$ 50 mil”, destacou.

Outro lado – Proprietário do estabelecimento, o empresário Edson Barbosa de Araújo informou que os produtos vencidos –pacotes de batata a pães– correspondiam a pequenas quantidades entregues por fornecedores que passaram pelo controle interno da Alemão Conveniências.

Quanto aos produtos fora da temperatura, apuração interna sugere que a maioria dos itens foi levada para gôndolas já sem estar congelada, também por uma falha de fiscalização em um período no qual a grande maioria dos funcionários estava em férias. O problema envolveu 161 unidades de hambúrguer, além de quatro pacotes de nhoque mal posicionados.

“São hambúrgueres pequenos que precisam ser conservados congelados, porque a câmara fria só conserva a temperatura. Deveria ter ocorrido um controle rigoroso na entrada. Mas é um período em que damos férias à maioria dos funcionários por conta do movimento menor. Foi uma fatalidade, fizemos uma reunião fechada onde deixamos claro que isso não pode acontecer mais. Por isso, criamos uma auditoria interna para fiscalizar mais”, explicou o empresário.

O Procon recebe denúncias e oferece informações para os consumidores por meio do telefone 151 e do Fale Conosco, canal aberto no site http://www.procon.ms.gov.br.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions