ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 18º

Economia

Em MS, máquina de débito facilita a vida de beneficiários do Auxilio Emergencial

No sistema, recurso distribuído pelo governo federal pode ser usado sem necessidade de ir a banco

Por Marta Ferreira | 27/05/2020 15:32
Maquina de pagamento da Rede Tendência, na qual é possível pagar com o cartão virtual do Auxílio Emergencial. (Fotos: Marcos Maluf) 
Maquina de pagamento da Rede Tendência, na qual é possível pagar com o cartão virtual do Auxílio Emergencial. (Fotos: Marcos Maluf)

Estão por acabar as cenas das “filas da humilhação” à porta das agências da Caixa, nas quais beneficiados pelo auxílio emergencial de R$ 600 distribuídos pelo governo federal se aglomeravam, perdendo tempo e corriam risco em plena pandemia de novo coronavírus.

Em Mato Grosso do Sul, a mudança no quadro tem relação com a entrada no mercado de novidade que facilitou, ao mesmo tempo, a operação do banco, a vida de quem precisa do recurso e ainda ofereceu alternativa de recebimento a mais de seis mil pontos comerciais que usam as maquininhas da Rede Tendência.

O serviço garante o uso do auxílio como se fosse um cartão de débito, eliminando a necessidade de ir ao banco para dispor do valor. Basta “passar” o cartão virtual do Auxílio Emergencial na máquina de pagamentos da empresa sul-mato-grossense.
 Ela está em 84 localidades em todas as regiões, ou seja, cobre geograficamente o Estado inteiro.

Levantamento obtido pelo Campo Grande News mostra que, em uma semana, foram mais de 29 mil transações por meio do sistema, em 1, 3 mil estabelecimentos. Essas pessoas

O meio de pagamento, surgido em Mato Grosso do Sul, está presente em todo o País. No intervalo de tempo citado, foram feitas operações com o cartão do Auxílio Emergencial em mais de 750 cidades pela Rede Tendência.

Mesmo em cidades sem agências da Caixa ou lotéricas, existe uma maquinha da Rede Tendência para usar o Auxílio Emergencial pelo aplicativo Caixa Tem.

Pagamento pode ser feito em seis mil lugares que contam com o meio de pagamento. (Foto: Divulgação)
Pagamento pode ser feito em seis mil lugares que contam com o meio de pagamento. (Foto: Divulgação)

Como funciona - Para usar, quem tem direito ao socorro financeiro do governo federal precisa, antes de tudo, conferir no aplicativo Caixa Tem se o saldo é positivo e escolher o seu local de compra, entre os que têm o serviço. Dá para usar o cartão virtual em conveniências, mercadinhos de bairros e grandes atacadistas.

É simples. Basta baixar o aplicativo que gera um cartão digital, com número, data de validade e código de verificação.

No ato da compra, é como se fosse como qualquer outro cartão de débito. O cliente informar que quer pagar com o Auxílio Emergencial, o lojista seleciona a opção direto na maquininha, digita o valor da compra, CPF do consumidor e código de verificação. É, além de tudo, seguro para quem compra e quem vende.

Todos os pontos habilitados da Rede Tendência são sinalizados com adesivos e banners.

No site www.incontre.com.br estão os endereços das empresas que dispõe do serviço.

Quem pode - A Caixa está pagando, nesta semana, a segunda parcela dos auxílios, que são autorizados a trabalhadores informais de baixa renda, a beneficiários do Bolsa Família.

O valor, em geral, é de R$ 600. Para as mães solteiras, o valor do auxílio emergencial é de R$ 1,2 mil.

Quem está no Bolsa Família não precisa se cadastrar e recebe a renda básica emergencial no mesmo dia do pagamento do programa social, que ocorre entre nos últimos dez dias úteis de cada mês.