A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

25/09/2019 11:55

Em reunião de ministros, Verruck diz que MS é “vitrine” do Brasil ao mundo

Encontro de ministros da agricultura do Brics acontece em Bonito, cidade que se destaca na integração entre lavoura e pecuária

Izabela Sanchez e Silvia Frias, enviada especial a Bonito
Da esquerda para a direita: o vice-ministro da agricultura da China, Taolin Zhang, da Rússia, Sergey Levin, a ministra da agricultura do Brasil, Tereza Cristina, o vice-ministro de agricultura da Índia, Bimbadhan Pradhan, da África do Sul, Mcebisi Skwatsha e o secretário da Semagro, Jaime Verruck (Foto: Paulo Francis)Da esquerda para a direita: o vice-ministro da agricultura da China, Taolin Zhang, da Rússia, Sergey Levin, a ministra da agricultura do Brasil, Tereza Cristina, o vice-ministro de agricultura da Índia, Bimbadhan Pradhan, da África do Sul, Mcebisi Skwatsha e o secretário da Semagro, Jaime Verruck (Foto: Paulo Francis)

Mato Grosso do Sul é, neste momento, a vitrine do Brasil ao mundo. É o que relatou o titular da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) Jaime Verruck, nesta quarta-feira (25) em Bonito, a 257 km de Campo Grande. A cidade turística sedia a 9º reunião dos ministros da agricultura dos países emergentes que formam o Brics: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

“A importância da vinda dessa reunião é que está sendo mostrada a imagem do Brasil por Mato Grosso do Sul”, disse Verruck, em alusão ao modelo bem sucedido de integração entre lavoura, pecuária e sustentabilidade. “Esses países representam os grandes mercados agropecuários do mundo, é importante mostrar a integração lavoura e pecuária e isso pode significar a abertura de novos mercados”, comentou o secretário.

Verruck destacou a exportação do agronegócio de Mato Grosso do Sul entre janeiro e julho de 2019, período que representou aumento de 5% nos valores exportados com relação a 2018. Dados do radar industrial medido pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) indicam US$ 2,14 bilhões em produtos exportados.

A celulose, citou o secretário, representa 60% desse montante, 1,26 bilhões de dólares. A China, gigante asiático em plena guerra comercial com os Estados Unidos, representa a compra de US$ 750 milhões dos derivados das plantações de eucalipto de Mato Grosso do Sul. Em seguida vem a carne, fatia de 26% desse mercado de exportações, um total de 566,8 milhões de dólares.

Brics em Bonito - A reunião dos ministros dos países do Brics ocorre no EcoSesi de Bonito. A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, foi a primeira a descer de uma das duas minivans que levou a comitiva de autoridades até o local. A ministra concede coletiva de imprensa no início da tarde desta quarta-feira. O encontro entre os ministros vai até quinta-feira (26).

Além da brasileira, representam seus países o chefe de delegação da Índia, Bimbadhan Pradhan; e os vice-ministros da Agricultura da Rússia, Sergey Levin; da China, Taolin Zhang; e da África do Sul, Mcebisi Skwatsha.

Conforme divulgado pelo ministério brasileiro, o encontro vai debater inovação tecnológica na agropecuária diante do aumento da população mundial e da demanda por alimentos. As autoridades devem discutir segurança alimentar e sustentabilidade ambiental, papel do incremento da conectividade no campo, incentivo às startups do mundo agro, produção de orgânicos, combate às pragas e doenças e manutenção dos padrões fitossanitários dos alimentos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions