ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 13º

Economia

Em reunião de ministros, Verruck diz que MS é “vitrine” do Brasil ao mundo

Encontro de ministros da agricultura do Brics acontece em Bonito, cidade que se destaca na integração entre lavoura e pecuária

Izabela Sanchez e Silvia Frias, enviada especial a Bonito | 25/09/2019 11:55
Da esquerda para a direita: o vice-ministro da agricultura da China, Taolin Zhang, da Rússia, Sergey Levin, a ministra da agricultura do Brasil, Tereza Cristina, o vice-ministro de agricultura da Índia, Bimbadhan Pradhan, da África do Sul, Mcebisi Skwatsha e o secretário da Semagro, Jaime Verruck (Foto: Paulo Francis)
Da esquerda para a direita: o vice-ministro da agricultura da China, Taolin Zhang, da Rússia, Sergey Levin, a ministra da agricultura do Brasil, Tereza Cristina, o vice-ministro de agricultura da Índia, Bimbadhan Pradhan, da África do Sul, Mcebisi Skwatsha e o secretário da Semagro, Jaime Verruck (Foto: Paulo Francis)

Mato Grosso do Sul é, neste momento, a vitrine do Brasil ao mundo. É o que relatou o titular da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) Jaime Verruck, nesta quarta-feira (25) em Bonito, a 257 km de Campo Grande. A cidade turística sedia a 9º reunião dos ministros da agricultura dos países emergentes que formam o Brics: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

“A importância da vinda dessa reunião é que está sendo mostrada a imagem do Brasil por Mato Grosso do Sul”, disse Verruck, em alusão ao modelo bem sucedido de integração entre lavoura, pecuária e sustentabilidade. “Esses países representam os grandes mercados agropecuários do mundo, é importante mostrar a integração lavoura e pecuária e isso pode significar a abertura de novos mercados”, comentou o secretário.

Verruck destacou a exportação do agronegócio de Mato Grosso do Sul entre janeiro e julho de 2019, período que representou aumento de 5% nos valores exportados com relação a 2018. Dados do radar industrial medido pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) indicam US$ 2,14 bilhões em produtos exportados.

A celulose, citou o secretário, representa 60% desse montante, 1,26 bilhões de dólares. A China, gigante asiático em plena guerra comercial com os Estados Unidos, representa a compra de US$ 750 milhões dos derivados das plantações de eucalipto de Mato Grosso do Sul. Em seguida vem a carne, fatia de 26% desse mercado de exportações, um total de 566,8 milhões de dólares.

Brics em Bonito - A reunião dos ministros dos países do Brics ocorre no EcoSesi de Bonito. A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, foi a primeira a descer de uma das duas minivans que levou a comitiva de autoridades até o local. A ministra concede coletiva de imprensa no início da tarde desta quarta-feira. O encontro entre os ministros vai até quinta-feira (26).

Além da brasileira, representam seus países o chefe de delegação da Índia, Bimbadhan Pradhan; e os vice-ministros da Agricultura da Rússia, Sergey Levin; da China, Taolin Zhang; e da África do Sul, Mcebisi Skwatsha.

Conforme divulgado pelo ministério brasileiro, o encontro vai debater inovação tecnológica na agropecuária diante do aumento da população mundial e da demanda por alimentos. As autoridades devem discutir segurança alimentar e sustentabilidade ambiental, papel do incremento da conectividade no campo, incentivo às startups do mundo agro, produção de orgânicos, combate às pragas e doenças e manutenção dos padrões fitossanitários dos alimentos.

Nos siga no Google Notícias