A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

26/02/2013 09:15

Em um ano, indústria gerou mais de 8 mil empregos no Estado

Francisco Júnior
Indústria gera em média por mês quase 700 empregos. (foto: Divulgação)Indústria gera em média por mês quase 700 empregos. (foto: Divulgação)

Levantamento do Radar Industrial da Fiems (Federação das Industrias de Mato Grosso do Sul) aponta que o setor industrial do Estado abre a cada 30 dias, em média, 686 postos formais de emprego. De janeiro de 2012 a janeiro de 2013 foram gerados um total de 8.234 novas vagas.

Na prática, a indústria responde a 38,9% dos novos empregos criados em Mato Grosso do Sul no período, ficando atrás, somente, do setor e serviços, que, no mesmo período, apresentou a abertura de 9.159 postos ou 43,2%. O setor industrial é composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública.

Ainda conforme a análise do Radar da Fiems, somente no mês de janeiro deste ano a indústria foi responsável pela abertura de 748 postos formais de trabalho no Estado, a maioria do segmento da construção civil.

Com esse montante, o setor alcançou um estoque total de 130.573 postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul, respondendo por 21% de todo o emprego formal existente no Estado. Com o saldo obtido em janeiro de 2013, alcança a marca de 622.576 postos formais de trabalho, indicando uma elevação equivalente a 0,08% sobre o estoque total verificado ao fim de 2012.

Diante destes dados, de acordo com o presidente da Fiems, Sérgio Longe, a expectativa é de que até o final de 2013 a indústria gere cerca de 10 mil novos postos de trabalho com o avanço da atividade nas diversas regiões do Estado.

Já com relação ao Índice de Evolução do Emprego Formal na Indústria, o segmento industrial, na posição verificada em janeiro de 2013, foi de 191,3 pontos, indicando um crescimento de 91% sobre o estoque do ano base de 2005, quando o setor tinha 68.269 trabalhadores. Na mesma comparação, o setor de serviços apresentou um índice de 171 pontos e crescimento de 71%, o comércio com 149,2 pontos (+49%), a agropecuária com 120,6 pontos (+21%) e administração pública com 116,8 pontos (+17%), enquanto no caso do emprego formal total em Mato Grosso do Sul o índice de evolução alcançou a marca 148,5 pontos (+49%).

Constata-se, deste modo, que no período compreendido entre 2005 e 2013, até o mês de janeiro, o ritmo de expansão do emprego formal na indústria em Mato Grosso do Sul foi 29% maior que aquele apresentado pelo conjunto da economia estadual. Já na comparação com o mês imediatamente anterior, o índice de evolução do emprego se comportou da seguinte maneira: indústria (+0,58%), serviços (-0,18%), agropecuária (+0,62%), comércio (-0,39%) e administração pública (0%). Por fim, quando comparado com igual mês do ano anterior, o índice de evolução do emprego formal apresentou o seguinte desempenho: emprego total (+3,8%), serviços (+6,4%), comércio (+3,7%), indústria (+6,9%), administração pública (0%) e agropecuária (-0,4%).

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions