A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

01/06/2010 19:10

Emendas elevam custo do pacote de bondades a R$ 1,9 bi

Redação

O custo anual do pacote de bondades para servidores federais saltou de R$ 31,7 milhões para R$ 1,9 bilhão com as emendas dos deputados, segundo o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR).

A MP 479 reestrutura 25 carreiras da administração federal, aumenta salários e estende gratificações dos servidores.

O texto foi aprovado nesta terça-feira pelo Senado, sem alterações, para não perder a validade.

Mas o presidente Lula vai vetar parte do texto, segundo Jucá, reduzindo o impacto nas contas públicas para R$ 35 milhões/ano. Os trechos que serão vetados não foram especificados.

Segundo a Folha.com, o principal veto pode ser o da emenda que transfere os servidores analistas da Receita Previdenciária para a categoria de auditores da Receita Federal, uma medida de R$ 1,8 bilhão/ano.

Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions