ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 17º

Economia

Energisa investiu R$ 97 milhões no 1º semestre em Mato Grosso do Sul

No Brasil, grupo destinou mais de R$ 8 milhões em recursos para minimizar os efeitos do coronavírus

Por Aline dos Santos | 15/08/2020 15:05
Sede da Energisa em Campo Grande, empresa que atua em 74 municípios do Estado. (Foto: Divulgação)
Sede da Energisa em Campo Grande, empresa que atua em 74 municípios do Estado. (Foto: Divulgação)

Com um milhão de clientes em 74 cidades de Mato Grosso do Sul, a Energisa investiu R$ 97 milhões nos primeiros seis meses do ano na área de concessão da distribuidora.

“O ano de 2020 trouxe desafios imensos. Além das questões de saúde que acompanhamos, o mundo dos negócios também se deparou com um novo cenário. Não medimos esforços para continuar prestando um serviço 24 horas por dia, 7 dias na semana, preservando a segurança de nossos colaboradores e clientes”, afirma o diretor-presidente da empresa, Marcelo Vinhaes.

No primeiro semestre, a Energisa investiu em obras de expansão da rede, principalmente em regiões rurais; manutenções nas linhas de distribuição e subestações; além de melhorias e reforços em diversos pontos do sistema elétrico. Até o fim do ano, a distribuidora de energia elétrica planeja investir mais de R$ 100 milhões.

A empresa encerrou o período com um aumento de 19.611 (2,33%) clientes residenciais em relação ao mesmo período de 2019. No semestre, 153 mil clientes foram cadastrados no Programa de Tarifa Social de baixa renda, um aumento de 24.907 (19,44%) em relação ao ano anterior.

Com relação aos indicadores de qualidade do fornecimento, nesses primeiros seis meses do ano de 2020, o DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) foi de 4,88 horas, uma redução de 7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Enquanto o indicador FEC (Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) foi de 2,06 vezes, o que representa melhora de 2% na mesma comparação.

"O bom resultado é fruto do investimento em automação, construção e ampliação de novos alimentadores, subestações e linhas de alta tensão, além de uma maior assertividade das ações de manutenção, poda de árvores, adequação de veículos e aplicação de novas ferramentas e capacitação das equipes e gestão de produtividade", diz o vice-presidente financeiro e diretor de Relações com Investidores do Grupo Energisa,   Maurício Botelho.

Apesar da crise financeira provocada pela pandemia do novo coronavírus, o Grupo Energisa manteve os investimentos, que somaram R$ 1,3 bilhão nos primeiros seis meses do ano.

Ação solidária  – No Brasil, o Grupo Energisa destinou mais de R$ 8 milhões em recursos para minimizar os efeitos do coronavírus. Em Mato Grosso do Sul, a concessionária doou R$ 300 mil, que foram distribuídos para compra de itens de higiene e limpeza, alimentos, fabricação de máscaras de proteção individual, e transporte e calibração de ventiladores pulmonares.

Dentre as ações, destaca-se a produção de 65 mil máscaras que foram destinadas a Dourados, Miranda e Aquidauana.

Em Campo Grande, o Asilo São João Bosco e o Sirpha Lar do Idoso receberam reforço no estoque de itens de higiene e limpeza, com a entrega de 1.960 produtos e mais 423 kg de alimentos.

O movimento “Energia do Bem” realizou o transporte e arcou com os custos de calibração de 76 ventiladores pulmonares de instituições de saúde de Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Bonito, Aquidauana, Jardim, Guia Lopes da Laguna, Aparecida do Taboado. Os equipamentos estavam estragados.  Além da doação de 380 cestas básicas a famílias carentes de Campo Grande.

Reconhecimento - A Energisa Mato Grosso do Sul ocupou o Ranking de Qualidade da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) 2019 e também foi reconhecida pelos seus clientes no Prêmio IASC 2018 (Índice de Satisfação do Consumidor) como a melhor distribuidora de energia da Região Centro-Oeste, na categoria acima de 30 mil consumidores.

O índice retrata o grau de satisfação do consumidor em relação à qualidade dos serviços prestados pelas distribuidoras. Em 2020, a Energisa MS se consolidou no patamar das seis melhores empresas para se trabalhar na região Centro-Oeste.