A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

22/04/2017 11:00

Estado tem melhor mês de março em geração de empregos desde 2013

Ricardo Campos Jr.
Estado tem melhor mês de março em geração de empregos desde 2013

Com saldo positivo de 1.245 postos de trabalho formais, Mato Grosso do Sul teve o melhor mês de março em geração de empregos desde 2013, segundo informações do Governo Estadual. No ranking brasileiro, feito com base em informações do Caged (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego), foi o terceiro melhor resultado, atrás do Rio Grande do Sul e Goiás.

No acumulado dos últimos 12 meses, Mato Grosso do Sul apresenta criação de 1.063 empregos formais, o que significa a recuperação do total de vagas fechadas nos últimos anos.

Conforme o Caged, em janeiro o estado conseguiu se recuperar de uma queda registrada em novembro (- 1.396 postos de trabalho) e dezembro (- 7.797 postos de trabalho) com saldo positivo de 871 vagas de trabalho formais. O maior saldo do ano até o momento está em fevereiro, com criação de 2.517 vagas.

Na análise feita pelo Estado, há uma tendência de recuperação em quase todos os setores, com exceção do comércio, que teve destruição de 1.491 postos, e serviços, cujas perspectivas para os próximos meses são negativas apesar do saldo positivo de 243 vagas em março. Os resultados dessa área foram puxados principalmente pelas empresas de transportes e comunicações (253 novas vagas); ensino (169 novas vagas) e serviços médicos, odontológicos e veterinários (70 novas vagas).

Já o mercado de trabalho na indústria se recupera desde novembro de 2015, acumulando criação de 3.216 novas vagas nos últimos 12 meses.

Municípios – Três Lagoas foi a cidade sul-mato-grossense com maior geração de postos de emprego formais no estado no primeiro trimestre, com saldo positivo de 727 seguida por Sonora (608), Carapó (486), Campo Grande (398), São Gabriel do Oeste (352), Nova Andradina (332), Costa Rica (291), Itaquiraí (243), Maracaju (214) e Corumbá (212).

Embora o resultado da Capital nos três primeiros meses tenha sido positivo, no mês passado as empresas da cidade demitiram mais funcionários do que contrataram com saldo negativo de 377 postos de trabalho, com 7.650 admissões e 8.027 demissões.

Ainda levando em consideração o acumulado do trimestre, Coxim foi o que mais fechou vagas com carteira assinada (255), seguido por Vicentina (184), Dourados (75), Angélica (65), Selvíria (63), Aquidauana (59), Bataguassu (59), Brasilândia (53), Ribas do Rio Pardo (43) e Amambai (23).

Estado tem melhor mês de março em geração de empregos desde 2013



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions