A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Outubro de 2018

16/03/2009 18:30

Exportações de MS sofreram queda de 29% em fevereiro

Redação

Produtos industrializados em Mato Grosso do Sul foram pouco exportados em fevereiro, se comparados às exportações do mesmo período no ano passado. Uma queda de 29% foi presenciada neste mês, de acordo com levantamento do radar industrial da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul).

Conforme informações do radar, houve uma diminuição de US$ 33,2 milhões para US$ 24,7 milhões. Contudo, em relação ao mês de janeiro deste ano, quando as receitas provenientes das exportações alcançaram US$ 11 milhões, há um crescimento real de 133%, mas esse resultado deve ser relativizado uma vez que este foi o mais baixo nível de exportações de industrializados para o mês de janeiro desde 2004.

Em relação ao volume de exportações de fevereiro, o radar da Fiems registrou 96,4 mil toneladas, o que representa uma elevação de 33,3% sobre igual mês do ano anterior, quando as vendas externas de produtos industrializados atingiram 72,3 mil toneladas. No mês passado, foram remetidos ao exterior 24,2 mil toneladas de produtos industrializados a mais em relação a fevereiro de 2008.

Os principais produtos exportados por Mato Grosso do Sul em fevereiro deste ano foram açúcar e álcool, siderurgia básica, alimentos e bebidas, couros e peles, compensados de madeira, móveis de madeira e madeiras trabalhadas, cimentos, óleos de soja bruto e refinado, têxtil, confecção e vestuário.

Apesar da grande variedade de produtos exportados, os que renderam mais lucro ao Estado foram o açúcar e o álcool, cuja receita de exportação do grupo foi de US$ 10,9 milhões e o principal destino foi a Índia; siderurgia básica, que obteve receita de exportação de US$ 9,3 milhões, tendo como principal destino os Estados Unidos.

Já o grupo de alimentos e bebidas obteve a receita de US$ 2,1 milhões, tendo como principal destino a Venezuela, enquanto o grupo de couros e aves registrou receita de exportação de US$ 2 milhões e os principais destinos foram a China, Itália e Hong Kong. O grupo de compensados de madeira, móveis de madeira e madeiras trabalhadas teve receita de exportação de US$ 592,5 mil e os Estados Unidos foram os principais destinos.

Importações

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions