A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

26/05/2018 10:05

Falta de gás já é realidade em MS e quem ainda tem só atende até 2ª feira

De quinze revendedores, oito já não possuem botijões para a venda na manhã deste sábado

Danielle Valentim
1,2 mil revendas estão localizadas em Campo Grande, e mais de 5 mil no interior do Estado. (Foto: André Bittar)1,2 mil revendas estão localizadas em Campo Grande, e mais de 5 mil no interior do Estado. (Foto: André Bittar)

A falta de gás GLP, o de cozinha, já é realidade em Mato Grosso do Sul, principalmente no interior, onde não há distribuidoras. Em Três Lagoas e Paranaíba, os estoques já zeraram e em Campo Grande. Quem ainda tem o produto só garante atendimento até segunda-feira (28). A paralisação dos caminhoneiros, que provoca bloqueios e desabastecimento em todo o país, chegou ao 6º dia no Estado.

O Campo Grande News entrou em contato com quinze revendedores na manhã deste sábado e oito já não possuem botijões para a venda. Uma revenda, no Lar do Trabalhador, abriu a loja com apenas um botijão na manhã deste sábado (26).

Outro estabelecimento, localizado no Bairro Guanandi, prioriza clientes já cadastrados e garante que o estoque só atende até segunda-feira.

No Bairro Coronel Antonino, um estabelecimento vendeu as últimas unidades nesta manhã, e informou à reportagem que não há mais botijões da Copagaz em Campo Grande.

Segundo o Simpergasc-MS (Sindicato das Micro, pequenas empresas e revendedores autônomos de GLP, gás canalizado e similares), 1,2 mil revendas estão localizadas em Campo Grande, e mais de 5 mil no interior do Estado.

Interior - Em Três Lagoas, o estoque de gás de cozinha nas revendas zerou na tarde de ontem (25). O caminhoneiro José Luiz da Silva, que transporta o gás GLP pelas rodovias do Estado na companhia da esposa Maria dos Anjos Batista, costuma fazer o bate-volta em Campo Grande/Três Lagoas para buscar o produto.

No entanto, o motorista está parado desde segunda-feira (21) e nem retornou à cidade. “Nós carregamos o Brasil nas costas. Três Lagoas já está faltando gás”, disse.

Os moradores de Paranaíba também já estão sentindo os reflexos da greve dos caminhoneiros pelos 25 estados do país. Além da falta de combustível, alguns depósitos de gás de cozinha já estão com os estoques vazios.

Também já falta gás de cozinha na segunda maior cidade do Estado, Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions