ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SEXTA  03    CAMPO GRANDE 27º

Economia

Feira de calçados espera movimentar R$ 16 milhões em três dias

O Sindical/MS projeta um crescimento de 3% em relação a última edição que aconteceu em junho de 2019

Por Fernanda Palheta | 26/01/2020 13:16
Ao todo serão 155 expositores e a expectativa é receber 280 lojistas de todo o Estado (Foto: Paulo Francis)
Ao todo serão 155 expositores e a expectativa é receber 280 lojistas de todo o Estado (Foto: Paulo Francis)

Com o foco nos micros e pequenos empresários, a 10ª Feicc-MS (Feira de Calçados, Couros e Acessórios de Mato Grosso do Sul) espera movimentar R$ 16 milhões nos três dias de evento, um crescimento de 3% em relação à última edição que aconteceu em junho de 2019.

"Já estamos trabalhando firme em cima dos médios e dos grandes empresários, conseguimos trazer três indústrias para Mato Grosso do Sul. E agora chegou a hora dos pequenos", apontou o presidente do Sindical/MS (Sindicato das Indústrias de Calçados de Mato Grosso do Sul), João Camargo.

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) destacou a importância do evento para fomentar a economia. "O evento é justamente para aqueles buscando seu espaço. Estamos fazendo a nossa parte, dando suporte e apoio para eles se aperfeiçoarem e se qualificarem", apontou Marquinhos.

Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) no primeiro dia da Feira de Calçados de 2020 (Foto: Paulo Francis)
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) no primeiro dia da Feira de Calçados de 2020 (Foto: Paulo Francis)
Secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck  (Foto: Paulo Francis)
Secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck (Foto: Paulo Francis)

Para o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck a feira facilita o acesso as grandes indústrias do país. "É uma oportunidade para os pequenos empresários de Mato Grosso do Sul façam contato com as tendências. E a Feira reúne em um só espaço várias marcas, o que facilita para os lojistas que teriam que ir para São Paulo para ter esse tipo de acesso", disse.

Ao todo serão 155 expositores e a expectativa é receber 280 lojistas de todo o Estado. Como é o caso da lojista Rosineia Tomaz Sarauva, de 33 anos, que saiu de Coronel Sapucaia, cidade que fica a 400 quilômetros de Campo Grande.

"Tenho duas lojas uma do lado brasileiro e outro do lado paraguaio. É a primeira vez que venho na freira e é uma oportunidade para conhecer novas marcas", explica. Ela ainda conta que vai aproveitar o evento para comprar a coleção de inverno de calçados.

Já a lojista Benildes Zarellim, de 55 anos, de Ivinhema, cidade a 282 quilômetros de Campo Grande, conta que já participou de outras edições da feira. "Sempre ajuda em tendência", afirma.

A 10ª Feicc-MS vai até dia 28, no Centro de Convenções Albano Franco, na Avenida Mato Grosso, na Capital.

Lojista Rosineia Tomaz Sarauva, de 33 anos, que saiu de Coronel Sapucaia para participar da feira pela primeira vez (Foto: Paulo Francis)
Lojista Rosineia Tomaz Sarauva, de 33 anos, que saiu de Coronel Sapucaia para participar da feira pela primeira vez (Foto: Paulo Francis)