A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

02/09/2017 11:30

Feira do Trabalho é exemplo para ser levado ao restante do país, diz ministro

Renata Volpe Haddad
Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira visitou a Feira de Empregos e disse que é exemplo para ser aplicado no restante do país. (Foto: Marina Pacheco)Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira visitou a Feira de Empregos e disse que é exemplo para ser aplicado no restante do país. (Foto: Marina Pacheco)

Com mais de 70 estandes, contando com empresas privadas, além de Funsat (Fundação Social do Trabalho), Funtrab (Fundação do Trabalho), entre outros serviços sociais, a 2º Feira do Trabalho é exemplo de sucesso e deve ser aplicada em outras cidades do país.

A afirmação é do ministro do Trabalho e da Previdência Social, Ronaldo Nogueira (PTB), que participou da feira neste sábado. "A feira é um caso inédito e que precisa ser multiplicado. Pretendemos fazer com que essas ações sejam reaplicadas em todas as unidades de federações, a partir de 2018. Onde existir uma superintendência de trabalho, haverá uma feira como essa que está sendo realizada em Campo Grande", afirma.

Sobre o número de desempregos dos últimos dois anos, o ministro alegou que a informalidade cresceu, mas que deve ser regularizada com a modernização da legislação trabalhista. "A legislação vai dar para esses trabalhadores segurança jurídica, gerar empregos formais. Já tivemos acréscimo de empregos formais de 103 mil postos positivos no primeiro semestre deste ano. A própria legislação aumentou a multa para informalidade", informou.

Em relação a Mato Grosso do Sul, Nogueira informou que o Estado tem apresentado resultados extraordinários na questão de geração de empregos. "O Brasil tem uma capacidade produtiva por causa da riqueza do solo, já que onde se planta se produz. O setor agropecuário está se consolidando cada vez mais".

O reitor da UFMS, Marcelo Turini, disse que é a primeira vez que a universidade recebe um evento como o de hoje. "É algo inédito. Em 55 anos de universidade, ter um acontecimento como esse é uma satisfação para nós, já que estamos levando informação à sociedade de Campo Grande", avaliou.

Além da intermediação de vagas de emprego, a feira oferece serviços como emissão de documentos como carteiras de trabalho, carteiras de identidade, CPF (Cadastro de Pessoa Física), cartões do SUS, título de eleitor e será feito cadastro biométrico da Justiça Eleitoral. Equipes da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) prestam orientação jurídica na área trabalhista.

A 2º Feira do Trabalho está sendo realizada na UFMS neste sábado, até às 17h. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions