ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 25º

Economia

Indústria recebe licença ambiental para expandir unidade em MS

Mariana Rodrigues | 10/06/2015 20:52
A licença ambiental para a expansão da unidade da Cargill de Três Lagoas foi entregue pelo governador Reinaldo Azambuja. (Foto: Chico Ribeiro/ Notícias MS)
A licença ambiental para a expansão da unidade da Cargill de Três Lagoas foi entregue pelo governador Reinaldo Azambuja. (Foto: Chico Ribeiro/ Notícias MS)

Foi entregue na tarde desta quarta-feira (10), a licença ambiental para a expansão da unidade da Cargill de Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande. A ampliação prevê investimentos de R$ 240 milhões em quatro projetos integrados, que preveem um aumento na capacidade de processamento de grãos, construção de refinaria de glicerina e ampliação dos modais ferroviário e hidroviário.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participou, ao lado do secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, da audiência. Com a expansão o aumento da capacidade de processamento de soja vai passar de 2,1 toneladas/dia para 3,2 toneladas/dia. Segundo informações da própria Cargill, haverá ainda o aumento da produção de farelo e óleo para a produção de biodiesel.

Na fabricação do biodiesel também é obtido a glicerina, que segundo a fábrica, com a construção dessa refinaria, haverá a garantia de produção de glicerina com 99% de pureza, que serão utilizadas nas indústrias de cosméticos, alimentos e bebidas. Atualmente a Cargill está operando com cerca de 80% de sua capacidade total.

A produção feita pela empresa hoje em Três Lagoas é considerada estável, e conta com 300 funcionários que fazem os processamentos de soja, produção de óleo vegetal degomado, farelo de soja e biodiesel. Para a obra, a previsão é que sejam contratados 500 trabalhadores, e após a sua conclusão, mais 25 funcionários serão contratados para trabalhar na empresa.

Nos siga no Google Notícias