A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/09/2010 10:52

IPTU e ISS crescem e "seguram" arrecadação na Capital

Redação

O crescimento na arrecadação do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ISS (Imposto Sobre Serviço) foram fundamentais para o equilíbrio financeiro da prefeitura de Campo Grande.

O IPTU e o ISS só estão atrás do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) dentre as fontes de receitas mais importantes para o município. Somados, os três correspondem a 65% da arrecadação.

De acordo com relatório orçamentário da prefeitura, a arrecadação de IPTU subiu de R$ 103 milhões para R$ 122 milhões quando comparado o período de janeiro a agosto de 2010 em relação aos mesmos meses do ano passado. A arrecadação de ISS cresceu R$ 20 milhões.

No mês passado, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) baixou decreto determinando corte de gastos, com meta de economizar R$ 30 milhões até o fim de 2010.

O "aperto no cinto" foi ditado por queda na arrecadação de repasses constitucionais, como o FPM (Fundo de Participação dos Municípios), ICMS e Fundeb.

"O realinhamento ficou muito abaixo da nossa previsão e dos [valores] dos anos anteriores", afirma o secretário de Planejamento, Finanças e Controle, Paulo Nahas. De acordo com ele, entre 2007 e 2008 os repasses constitucionais cresceram 32%. Entre 2009 e 2010, a previsão de aumento é de apenas 4,5%.

"Se adequar a essa nova realidade não é fácil. De 2008 para cá foram criados novos postos de saúde, mais funcionários. Tudo gera aumento na folha", salienta.

Ações

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions