A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/07/2012 12:47

Já está faltando gasolina em parte dos postos de Campo Grande

Mariana Lopes
No posto São Marcos, a distribuição caiu de 15 mil litros para 5 mil litros por dia (Foto: Rodrigo Pazinato)No posto São Marcos, a distribuição caiu de 15 mil litros para 5 mil litros por dia (Foto: Rodrigo Pazinato)

Desde a semana passada, os postos de combustível de Campo Grande enfrentam racionamento na distribuição de gasolina e diesel. No sábado e no domingo, alguns postos tiveram problemas com a falta principalmente da gasolina, e a situação continua nesta segunda-feira.

No posto São Marcos, localizado no cruzamento das ruas Padre João Crippa e Marechal Candido Mariano Rondon, no centro da cidade, a distribuição diária de gasolina caiu mais do que a metade. Segundo o gerente, Rodney Yamaguti Dutra, o posto recebia em média 15 mil litros por díades, e de a semana passada começaram a receber apenas 5 mil.

Rodney conta que tentam trabalhar com o cliente para balancear a saída dos combustíveis. “Oferecemos o etanol ou a gasolina aditivada, que geralmente saem menos”, explica. Para o gerente, o posto só não ficou sem gasolina porque tinha um estoque grande do combustível.

Do outro lado da cidade, no posto Bonato, localizado na Duque de Caxias, saída para Aquidauana, a gasolina está em falta desde o final da tarde de ontem e sem previsão para entrega.

O gerente do posto, Ivair Paiva, diz que o tanque que estoca gasolina é de 15 mil litros, porém, com a demanda que atende, a quantidade dá para apenas um dia e meio.

Segundo os funcionários do posto Bonato, a primeira vez que faltou gasolina no posto foi na quinta-feira (19). Na sexta-feira, o posto recebeu mais 5 mil litros, às 15h, que foi suficiente até a manhã de sábado, quando o posto foi reabastecido novamente às 15h. No domingo, por volta das 18h, a gasolina acabou novamente.

No Bonato, alguns motoristas foram pegos de surpresa com a falta da gasolina. Embora o posto só tivesse etanol para abastecer, o fato não assusta os motoristas. “Vim no sábado e não tinha, hoje de novo, ainda bem que meu carro é flex”, brinca a empresária Liliana de Matos Silva, 30 anos.

Acostumado a abastecer sempre no mesmo posto, Franscisco deu sorte de ter um carro flex, pois a gasolina estava em falta (Foto: Rodrigo Pazinato)Acostumado a abastecer sempre no mesmo posto, Franscisco deu sorte de ter um carro flex, pois a gasolina estava em falta (Foto: Rodrigo Pazinato)

O funcionário público aposentado Francisco Parreira, 56 anos, acredita que o problema não vá se prolongar por muito tempo. “O Brasil não aguenta uma paralisação dessas, isso vai ser passageiro”, enfatiza.

No posto Kátia Locatelli, localizado na avenida Afonso Pena, região do bairro Amambai, a gasolina só não acabou porque o posto possui um tanque de armazenamento de 20 mil litros. “Pode ser que falte, mas por enquanto estamos tranquilos”, garante o gerente, Leone Campos Brizola.

Segundo a assessoria de imprensa da BR Distribuidora, a distribuição pela linha ferroviária foi restabelecida e deve voltar ao normal até a tarde de hoje. No sábado (21), foram distribuídos entre os postos da rede BR de Campo Grande 600 mil litros de gasolina e 1,5 milhões de óleo diesel.

A preocupação agora é em relação à notícia que circula entre os gerentes dos postos sobre uma possível paralisação dos motoristas de caminhão tanque que realizam a distribuição pelas rodovias.

Porém, de acordo com a assessoria de imprensa do Sindicom (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes), não há informações sobre qualquer tipo de paralisação dos caminhoneiros que realizam a distribuição dos combustíveis.

Postos do interior sofrem com falta de gasolina
Alguns postos de combustíveis no município de Dourados, localizado a 230 km de Campo Grande, sofreram com a falta de gasolina nesse fim de semana. De...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


Cadê a rede ferroviária do Brasil? Duvido que implantem algo que reduziria os impostos pagos pelos frotistas, é IPVA, SEGURO OBRIGATÓRIO, tanta coisa que inventam, e inverstir no pais que é bom NADAAA!
 
Fernando Luiz em 23/07/2012 06:55:00
Ainda bem que o combustível do meu meio de transporte é o ar do pneu da minha bike!
 
Lucas Santos em 23/07/2012 05:10:34
Tem que faltar mesmo e os trens para e os caminhoes tb e um absurdo um paises que se diz alto suficiente em petroleo cobrar um preço desse no litro de combustivel
Greve mesmo
 
ANDRE MARTELIS em 23/07/2012 04:39:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions