A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

30/07/2010 15:31

Má qualificação é maior problema para construir, diz CNI

Redação

A falta de qualificação profissional foi apontada como o principal problema para as empresas da área de construção civil, segundo pesquisa divulgada hoje (30) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

De acordo com o levantamento, a pouca qualificação é um problema para 62% das empresas. Entre as grandes corporações, essa preocupação parece ser ainda maior: 80% delas aponta ser a falta de qualificação o maior problema. Entre as médias empresas, esse percentual fica em 63,4%. Para as pequenas empresas, a falta de qualificação fica atrás apenas do acesso ao crédito, apontado como o maior entrave para 64,6% dos entrevistados.

No caso das médias empresas, 63,45 delas disse ser esse o principal problema. Para as pequenas, a falta de qualificação profissional ficou atrás da questão do acesso ao crédito, no qual 64,6% delas disseram ser esse o maior problema contra 57,3% da qualificação.

Segundo o assessor econômico da Câmara Brasileira da Construção Civil (CBIC), Luiz Fernando Mendes, a falta de mão de obra qualificada no setor explica o tímido crescimento de alguns anos atrás.

"Estamos trabalhando com um setor que ficou muito tempo crescendo pouco. O que identificamos é que houve um conjunto de profissionais que foram para outros setores e esse pessoal saindo do mercado está tendo que se requalificar para voltar. Com o setor voltando a atividade, vai se ter uma maior procura por profissionais qualificados", afirmou.

O diretor de pesquisa da CNI, Renato da Fonseca, disse que o setor reconhece a falta de qualificação da mão de obra, mas já está tomando medidas para resolver a questão. "Hoje as empresas estão investindo muito na qualificação, as escolas de capacitação, como o Senai [Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial], estão intensificando o processo de capacitação para a construção civil, inclusive capacitando dentro do canteiro de obras. Isso vai certamente minimizar o problema", explicou.

Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions