A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

08/06/2018 09:58

Maior fábrica de proteína de soja da América Latina gera 140 empregos

Unidade inaugurada nesta manhã em Campo Grande, na região do Indubrasil

Leonardo Rocha e Ricardo Campos Jr
Nova fábrica de proteína de soja em Campo Grande, na região do Indubrasil (Foto: Divulgação - ADM Brasil)Nova fábrica de proteína de soja em Campo Grande, na região do Indubrasil (Foto: Divulgação - ADM Brasil)

Nova fábrica de proteínas de soja da empresa ADM (Archer Daniels Midland Company) foi inaugurada na manhã de hoje para produção de 50 mil toneladas por ano, gerando 140 empregos, em um complexo que conta com cinco plantas. O investimento foi de US$ 250 milhões de dólares e a abertura oficial ocorre hoje (08), com a presença do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

De acordo com o presidente da empresa, Roberto Ceciliano, a unidade de Campo Grande, no distrito de Indubrasil, será a maior fábrica de proteínas concentrada de soja da América Latina. O objetivo é que a produção seja vendida em 70% dentro do Brasil e 30% segue para exportação, com foco nos países sul-americanos, mas também em comércio com a Europa, África e Ásia.

As cinco plantas dentro do complexo já estão operando, sendo que a unidade vai produzir matéria-prima para consumo humano, como a farinha de soja, diferente da unidade anterior na cidade que tinha maior produção para alimentação animal. “Queremos incentivar o aumento do consumo de proteína de soja, para fomentar o crescimento do setor”, disse Ceciliano.

Neste complexo serão feitos por exemplo quatro tipos de farinha de soja: a normal que possui 50% de proteína, a texturizada que conta de 50% a 70% (proteína), a processada que chega a 70% e a isolada com 90% (proteína), usada para a produção de bebidas.

Consumo - O presidente ainda citou que o consumo da carne processada nos Estados Unidos é de 24 kg por habitante em um ano, enquanto que no Brasil ainda está em 3 km por pessoa, no mesmo período. O governo estadual contribuiu para o projeto, fazendo a revitalização do Núcleo Industrial Indubrasil, em Campo Grande, que deu suporte para a instalação da fábrica.

A concretização da fábrica foi garantida por meio da contratação de R$ 274 milhões feita pela empresa junto ao Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO). Essa foi a primeira contratação de recursos desse fundo concretizada para Mato Grosso do Sul.

Dólar sobe pelo 2º dia seguido e fecha cotado a R$ 3,73
O dólar comercial encerrou a sessão desta quarta-feira (16) em alta de 0,24%, cotado a R$ 3,734 para venda, o segundo aumento consecutivo. O valor é ...
Teto de benefícios do INSS a aposentados e pensionista passa a R$ 5.839,45
Os segurados da Previdência que recebem acima do salário mínimo terão seus benefícios reajustados em 3,43%, conforme o Índice Nacional de Preços ao C...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions