A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 27 de Maio de 2018

19/07/2012 12:39

Mato Grosso do Sul é destaque na criação de empregos verdes

Aline dos Santos

O Estado também faz parte do conjunto de 11 unidades da federação com percentual acima da média nacional

Na lista dos verdes, estão trabalhos ligados à reciclagem. (Foto: João Garrigó/Arquivo)Na lista dos "verdes", estão trabalhos ligados à reciclagem. (Foto: João Garrigó/Arquivo)

Mato Grosso do Sul é destaque na criação de empregos verdes, ocupações em expansão em todo o país. Em 2006, estimava-se em 2,29 milhões o contingente de empregos verdes formais existentes, correspondendo a 6,5% do estoque total de empregos no Brasil. Quatro anos depois, conforme o Perfil do Trabalho Decente no Brasil, o total evoluiu para 2,90 milhões.

A região Sudeste respondia, em 2010, por mais da metade (56,8%) dos empregos verdes gerados do Brasil, seguida pelas regiões Nordeste (16,4%) e Sul (14,4%). No Centro-Oeste, o destaque é Mato Grosso do Sul, com 48 mil empregos verdes. O Estado também faz parte do conjunto de 11 unidades da federação com percentual acima da média nacional.

O conceito de empregos verdes adotado na pesquisa se refere a postos de trabalho inseridos em determinadas atividades econômicas e não a ocupações específicas. Exemplos de empregos são àqueles ligados à reciclagem e questão da sustentabilidade.

Trabalho infantil – Neste quesito, Mato Grosso do Sul vive uma situação ambígua. No aspecto positivo, faz parte desde 2004 do grupo de Estados onde o trabalho infantil, na faixa de 5 a 9 anos, era tão reduzido que nem sequer apresentava significância amostral.

Por outro lado, nas demais faixas etárias, foi o terceiro Estado a apresentar maior contingente de crianças e adolescentes afastados de situação irregular de trabalho. Foram 1,4 mil resgates em fiscalizações realizadas entre 2007 e 2010. Em primeiro lugar aparece o Ceará (com 4,8 mil crianças e adolescentes), seguido pela Bahia (4,1 mil).

Conforme o levantamento, 20 Estados tiveram redução de acidentes de trabalho, com destaque para o Rio Grande do Norte (-27,7%), Tocantins (-22,4%) e Mato Grosso do Sul (-17,4%).

Lista suja - O Cadastro de Empregadores - formado empresas flagradas submetendo trabalhadores a condições análogas à escravidão – tem 21 empregadores de Mato Grosso do Sul. A última edição do documento, com 294 nomes, foi divulgada em 2011.

A região Norte abrigava 101 infratores, o correspondente a mais de um terço do total. Em seguida, figurava a região Centro-Oeste, com 79 infratores, distribuídos entre o Mato Grosso (11,2% do total), Goiás ( 8,5%) e Mato Grosso do Sul ( 7,1%).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions