A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/07/2011 16:09

MS ainda tem mais imigrantes do que pessoas que deixam o Estado

Viviane Oliveira

Mato Grosso do Sul continua entre os estados com maior rotatividade migratória no País, de 2004 a 2009, chegaram mais imigrantes do que saíram pessoas daqui em busca de melhores oportunidades.

Nesse período, 57.900 pessoas vieram morar no Estado e 50.205 deixaram Mato Grosso do Sul. A proporção inverteu, já que no período anterior, foram registrados 90.071 imigrantes e de 97.271 emigrantes.

O mesmo levantamento coloca Campo Grande como as cidades que mais crescem no País. O estudo não detalha números por cidades, mas coloca a capital sul-mato-grossense na faixa de crescimento entre 1,5% e 3% ao ano, junto com Brasília, Manaus, Goiânia, São Luís, Maceió, Teresina, João Pessoa e Aracaju.

Os números estão na publicação “Deslocamentos Populacionais no Brasil”, uma coletânea de estudos sobre mobilidade populacional que abrange o debate teórico atual em torno desse tema e faz uma análise dos movimentos migratórios inter-regionais e interestaduais no Brasil entre 1995 e 2000 (com dados do Censo 2000) e nos períodos 1999/2004 e 2004/2009 (a partir de informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD).

As edições da PNAD de 2004 e 2009 investigaram onde o pesquisado morava cinco anos antes da data de referência. Os dados mostram que o volume da migração inter-regional envolveu 2,8 milhões de pessoas no quinquênio 1999-2004 e 2 milhões de pessoas entre 2004 e 2009.

Esse volume envolveu cerca de 3,3 milhões de pessoas no quinquênio 1995-2000 (dados do Censo Demográfico 2000). As principais correntes migratórias observadas no passado estão perdendo intensidade e se observa também um movimento de retorno às regiões de origem.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions