A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/06/2010 08:32

MS reduzirá 50% renúncia de ICMS em 2011

Redação

Para 2011 o governo estadual prevê renúncia fiscal quase 50% menor que neste exercício, conforme a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), encaminhada para a Assembléia Legislativa esta semana e publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira. Para este ano, a renúncia prevista foi de R$ 2.018.240.220 e para 2011 de R$ 1.079.678.629.

O relatório mostra que enquanto a renúncia nas operações envolvendo venda de carne bovina terá a maior redução, outras atividades como a indústria têxtil e a produção de álcool terão mais crédito presumido de ICMS.

Vale ressaltar que a partir do segundo semestre de 2008, com pico no ano passado, o setor frigorífico foi fortemente baqueado e o governo lançou vários mecanismos para evitar fechamento de unidades, garantir retomada de abates e manutenção de empregos.

Para 2011, a maior redução prevista é justamente no crédito presumido para a carne bovina e bufalina, fixado em R$ 439.990.579 para 2010 e R$ 162.630.815 para o exercício seguinte. A exportação de produtos primários, que teve isenção de R$ 434.254.241, não aparece desta vez entre os beneficiados.

Já as importadoras terão crédito presumido de R$ 75.556.583 frente a R$ 57.822.704 neste ano. Os incentivos através do CDI (Conselho de Desenvolvimento Industrial), aumentarão de R$ 499.674.945 a R$ 510.055.818.

No setor do vestuário a renúncia de receita de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em 2011 deve chegar a R$ 132.865.864, ou seja, 23% a mais que no atual exercício.

O setor está em franca expansão. Só em Campo Grande são esperadas para os próximos dois anos mais 12 empreendimentos, entre instalação de novas empresas e ampliações, com geração de seis mil novos empregos.

No caso do álcool combustível, a expectativa é chegar a R$ 92.929.727 em crédito presumido, o que corresponde a 84% a mais que os R$ 50.345.414 deste ano.

No caso do álcool anidro, que é o adicionado à gasolina, o crédito vai dobrar, passando de R$ 7.735.604 a R$ 15.997.659.

A previsão da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) é que a produção de cana-de-açúcar da safra 2010/11 de Mato Grosso do Sul cresça 65% e que a produção de álcool atinja R$ 1,9 bilhão de litros, aumento de 58% em relação à safra passada.

Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions