ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 19º

Economia

Na Capital, barbeiros aprendem 4 passos para identificar e ajudar suicidas

O 1º Congresso da América Latina conta com presença de profissionais do Brasil e palestrantes de cinco países

Cleber Gellio | 11/09/2022 13:39
Colombia discursa sibre relaxamento enquanto mostra técnica de barboterapia ao público (Foto: Paulo Francis)
Colombia discursa sibre relaxamento enquanto mostra técnica de barboterapia ao público (Foto: Paulo Francis)

Campo Grande abriu as portas para receber o Barber’s Secret Convention, o primeiro encontro, que reúne, neste domingo (11),  no auditório do Sebrae, até às 17h, barbeiros de países da América e da Europa em prol do combate à depressão e suicídios. O evento, que reúne cerca de 160 pessoas, discute técnicas e treinamentos específicos da área, finanças, além de palestras sobre como identificar possíveis casos de depressão, na cadeira do barbeiro.

O objetivo do projeto é poder auxiliar as pessoas que por algum motivo estejam passando pelo "problema" a procurar ajuda.

Muitas vezes estão sofrendo e pensando em se suicidar. O treinamento consiste em quatro passos: observar, perguntar, ouvir e ajudar", explica Clayton Tomaz

Na conversa, por exemplo,  é observado se há algum sintoma que chama atenção como a pessoa estar mais 'desleixada' ou uma mudança radical de corte, o que pode ser indício.

Clayton Tomaz, um dos organizadores do Congresso (Foto: Paulo Francis)
Clayton Tomaz, um dos organizadores do Congresso (Foto: Paulo Francis)

"Aí o momento do barbeiro perguntar e com a resposta poder ajudar. Deixando bem claro que não queremos ser psicólogos, só queremos ajudar encaminhando essa pessoa à ajuda profissional. Hoje em dia, o mundo está muito acelerado e nós temos a oportunidade de interagir com as pessoas. O profissional tem esse potencial de mudar a fisionomia das pessoas e consequentemente a autoestima”, comenta Clayton Tomaz, um dos organizadores do evento e membro do The Barber’s Secret Universe, um grupo seleto de barbeiros influentes mundiais de 15 países, que visam a caridade Global e o combate a depressão e ao suicídio.

Uma dos rganizadores, Anynha Mejía, atua em Ponta Porã (Paulo Francis)
Uma dos rganizadores, Anynha Mejía, atua em Ponta Porã (Paulo Francis)

Uma das poucas mulheres e também organizadora, Anynha Mejía, relata que o momento pós-pandemia covid-19 tem revelado sintomas crônicos na sociedade, inclusive entre os próprios profissionais de barbearia. “Setembro é o mês escolhido para promover a prevenção à depressão e ao suicídio, mas ainda é assunto tabu entre muitas pessoas e precisamos repassar a informação necessária para que muitos casos de suicídio possam ser evitados e de depressão tratados. Tivemos relatos de muito colegas que fecharam as portas em decorrência da depressão”, revela a empresária de Ponta Porã.

Cerca de 96,8% dos casos de suicídios estão relacionados a transtornos mentais e a depressão. No Brasil acontece uma morte por suicídio a cada 45 minutos. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos e com a pandemia esse número aumentou, conforme material divulgado pela organização.

De Assunção, Paraguai, Abel Martinez, 23 anos, é mestre no corte freestyle e levou a sério o tema em questão. Ele revela que ficou até na dúvida em se apresentar com uma roupa cor preta, para não transmitir uma mensagem ‘pesada’ ao público, “já que o assunto é delicado, resolvi vir com outra cor”.

Abel Martinez, Marquinhos Barber e Israel Costa, palestrantes do encontro (Foto: Paulo Francis)
Abel Martinez, Marquinhos Barber e Israel Costa, palestrantes do encontro (Foto: Paulo Francis)

Na programação, profissionais renomados no ramo como o paulistano Marquinhos Barber, é um dos mais aguardados pelo público. Em seu workshops, além da técnica, o especialista em cabelos afro aborda a troca de experiências que vivência, além de sua própria, ao cuidar da mãe que há cinco anos superou a doença. “Dependendo dessa interação você pode salvar uma vida e não digo somente em casos de pessoas que estão inseridas neste contexto de depressão daquele momento, mas digo pela vida toda, por meio da autoestima”.

Marcos Lacerda, 35 anos, cresceu na Zona Leste da Capital paulista, mas hoje é o Maquinhos Barber’s, para muitos o ‘Rei do Afro brasileiro, que se dirige à plateia. Ele relata que o ofício que exerce deixou de ser ‘apenas ganha pão e passou a ser uma missão de vida trabalhando a autoestima de seus clientes, independente da idade. “Muitas pessoas acham que cortar cabelo é somente uma profissão, mas para mim não é. Minha missão hoje não apresentar um corte, mas uma experiência e deixar a pessoa mais confiante, principalmente àquelas de onde eu vim, da periferia. Desde sempre, pessoas de cabelo afro são apontadas como "inferiores pelo tipo de cabelo e isso reflete na autoestima, o que pode levar à depressão e outras doenças da mente. Há oito anos não havia barbeiros exclusivos para cabelos afro, hoje já temos”, pontua Marquinhos.

Marquinhos com Daniel da Silva, que viajou de Goiás (Foto: Paulo Francis)
Marquinhos com Daniel da Silva, que viajou de Goiás (Foto: Paulo Francis)

De Chapadão do Céu, Goiás, Daniel da Silva de Souza, 19 anos, já conhecia Marquinhos das redes sociais, “mas pessoalmente não imaginava que iria ser tão acessível. Hoje ele é meu amigo”, brinca o barbeiro, que viajou mais de 400 quilômetros para participar do evento.

Quem também veio de longe foi o campeão europeu hair designer, Israel Costa, 24, diretamente da cidade do Porto, Portugal. Há 11 anos, fora de Belford Roxo, o barbeiro construiu sua carreira no exterior e hoje vem a MS mostrar as possibilidades profissionais no universo masculino. “É uma honra estar aqui representando Portugal por meio da profissão que escolhi. Hoje vemos a valorização que há à beleza masculina. Vamos mostrar o corte artístico, os mesmos que usei nos campeonatos em que são ressaltados a geometria”.

Enquanto muitos vieram de longe, para quem reside na cidade, a oportunidade foi única. “Pelo número de barbeiros que temos na cidade a participação poderia ser maior. O assunto é muito relevante, pois além da capacitação, podemos ajudar na saúde mental dos clientes. Muitas vezes a pessoa entra triste e a gente tem essa incumbência de alegrá-la”, pontua Jesaias de Souza, 39 anos e que atua desde os 14, no Bairro Maria Aparecida Pedrossian.

Além dos cortes e barboterapia, apresentações culturais, com Dupla Permanencia; Marcinho Lima, DJ RK, estão na programação.

Ajuda - Em Mato Grosso do Sul, o GAV - Grupo Amor Vida presta apoio emocional na prevenção do suícidio. Ligue sempre que precisar. O telefone é 0800-750-5554 (a ligação é gratuita).

Nos siga no Google Notícias