A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

23/12/2011 20:10

Na véspera de Natal, consumidores lotam comércio de Campo Grande

Fernando da Mata

Segundo a ACICG, neste fim de ano, as vendas serão até 6,5% maiores que as do mesmo período de 2010

Consumidores nesta sexta-feira na rua 14 de Julho (Foto: Simão Nogueira)Consumidores nesta sexta-feira na rua 14 de Julho (Foto: Simão Nogueira)

O penúltimo dia antes do Natal foi movimentado no comércio campo-grandense. De maneira geral, predominaram nas ruas e centros de compras, nesta sexta-feira (23), pessoas que deixaram para a última hora a compra de presentes.

O pedagogo Junior Damião, de 39 anos, foi uma dessas pessoas. “Na verdade, deixei para a última hora por falta de tempo, eu trabalho”, justificou Damião, que disse ainda ter conseguido comprar tudo o que queria, apesar da correria.

Há quem diga que comprou quase tudo antecipado. O funcionário público José Bento Gomes de Oliveira, de 35 anos, foi até o centro de Campo Grande só para complementar a cesta de presentes. “Faltavam algumas coisas para o amigo oculto e eu comprei. Agora é só presentear.”

O espírito natalino faz com que as pessoas se preocupem mais umas com os outras. É o caso da empresária Claudete França Passarelli, de 36 anos, que quase ‘esqueceu’ dela mesma na hora de presentear. “Comprei presentes para as outras pessoas antes, mas tinha deixado de comprar para mim. Mas agora comprei”, contou Claudete.

Em dias onde o consumir é predominante, há quem foi até a região central só para pagar contas. A diarista Noêmia Braga, de 36 anos, afirmou que as sacolas que carregava continham objetos que ganhou. “Já comprei presentes na semana passada”, disse Noêmia.

Outros, como o eletricista Valdecir Dias, 47 anos, só acompanham quem está realmente gastando. “Estou esperando a patroa. Eu só venho carregar as compras e pagar as contas”, relatou o eletricista, que estava sentado com várias sacolas ao redor.

Em plena véspera de Natal, a massagista Creuza Pereira de Souza, 52 anos, foi só dar um passeio no centro da cidade. “Vou deixar as compras para o mês que vem, pois tem mais promoção, mais novidades e menos correria”, explicou a massagista.

Vendas - Dados da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) indicam que, neste fim de ano, as vendas serão até 6,5% maiores que as do mesmo período do ano passado.

O gerente do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) em Campo Grande, Valdineir Ciro de Souza, afirmou que, até o dia 18, o crescimento atingiu 3,32% em relação ao fim de 2010. “O crescimento é bom, mas não é excepcional. O ano passado foi excepcional”, afirmou Souza.

Apesar da expectativa, há gerentes de loja que não estão comemorando o resultado das vendas. É o caso de André Luiz Sandim. “Nos últimos dias está melhor, só que o traçado de crescimento de 7% se distorceu. Pelo ritmo de vendas, vamos atingir apenas o mesmo que o ano passado”, lamentou o gerente.

Shoppings movimentados - Fora do centro da Capital, os shoppings também estão movimentados nesta véspera de Natal.

Um exemplo é o Norte Sul Plaza. Segundo a administração do centro de compras, quinta-feira (22) foi o dia de mais movimento desde a inauguração, que ocorreu em maio deste ano. Por lá, passaram cerca de 45 mil pessoas e, de acordo com a administração, esse número deve chegar a 50 mil nesta sexta-feira (23).

No Shopping Campo Grande, também bastante movimento. Porém, a administração do centro de compras não soube mensurar o número de pessoas que passaram por lá.

Corredor de lojas no Norte Sul Plaza (Foto: Fernando da Mata)Corredor de lojas no Norte Sul Plaza (Foto: Fernando da Mata)
Movimento na praça central do Shopping Campo Grande (Foto: Fernando da Mata)Movimento na praça central do Shopping Campo Grande (Foto: Fernando da Mata)
Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...
Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions