ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 15º

Economia

Pedidos de seguro-desemprego caem, mas rendem R$ 34,5 milhões em janeiro

Montante é referente a 25.574 parcelas pagas no Estado no primeiro mês deste ano

Por Gabriel Neris | 28/02/2021 17:49
Trabalhadores aguardam atendimento na Funtrab, em Campo Grande (Foto: Paulo Francis)
Trabalhadores aguardam atendimento na Funtrab, em Campo Grande (Foto: Paulo Francis)

Os pedidos de seguro-desemprego durante janeiro de 2021 apresentaram queda de 17,4% em relação ao mesmo mês do ano passado em Mato Grosso do Sul.

Ainda assim, foram pagos R$ 34,5 milhões, média de R$ 1.350,33, no primeiro período deste ano. O montante é referente a 25.574 parcelas pagas no Estado. No mesmo mês do ano passado foram pagos R$ 41,8 milhões, queda de 17,5%.

O número de requisições de janeiro de 2021 foi de 7.564 (37,3% feitas pela internet). No mesmo mês do ano passado, antes da pandemia, foram 9.160 solicitações (3,9% pela internet).

Já em dezembro do ano passado foram 6.532 solicitações. O mês terminou com 28.309 parcelas pagas, que somadas resultaram R$ 37,3 milhões.

O objetivo do seguro-desemprego é garantir assistência financeira temporária ao trabalhador dispensado. O benefício pode ser solicitado pela internet ou nos postos de atendimento do Ministério da Economia e do Sine (Sistema Nacional de Emprego).

Para calcular o valor das parcelas é considerada a média dos salários dos últimos três meses antes da dispensa. O trabalhador recebe entre três e cinco parcelas, de acordo com o tempo de serviço. O teto valor máximo é de R$ 1,8 mil.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário