A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

05/09/2018 12:55

Pelo 3º mês, cesta básica tem baixa com queda nos preços de 4 alimentos

Produtos custou em média R$ 364,66 aos consumidores no mês passado, quando no anterior saía por R$ 370,50

Guilherme Henri
Cestas básicas vendidas no Mercadão Municipal (Foto: Ricardo Campos Jr./ Arquivo)Cestas básicas vendidas no Mercadão Municipal (Foto: Ricardo Campos Jr./ Arquivo)

A cesta básica ficou 1,60% mais barata em Campo Grande no comparativo de julho e agosto deste ano. Levantamento feito pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em 20 capitais aponta que o conjunto de produtos custou em média R$ 364,66 aos consumidores no mês passado, quando no anterior saía por R$ 370,50.

Este é o terceiro mês consecutivo em que foi registrada retração nos preços dos itens que compõe a cesta básica, como a batata (-26,79%), tomate ( 16,80%), banana (-8,82%) e feijão carioquinha (-7,85%).

Com esta nova baixa - a quinta desde o início do ano, a variação acumulada em 2018 foi de -0,44%. Já no comparativo com o mês de agosto do ano passado foi registrada alta de 2,70%, em valores monetários em 12 meses.

Quanto à jornada de trabalho, para os trabalhadores que recebem salário mínimo, houve nova redução no tempo de trabalho necessário para adquirir os treze itens de alimentação em 1 horas e 23 minutos, quando comparado ao tempo dispendido no mês anterior. No total, foram necessárias 84 horas e 5 minutos de trabalho no oitavo mês do ano.

Segundo o Dieese, tendo como base esses preços e o valor do salário mínimo vigente, um trabalhador campo-grandense precisa trabalhar 84h05min para conseguir comprar uma cesta básica para se manter.

Alimentos – Foi observada a continuidade de queda nos preços de Batata (-26,79%), Tomate ( 16,80%), Banana (-8,82%) e Feijão carioquinha (-7,85%). O Leite de caixinha (-2,91%) interrompeu o ciclo de altas registrado nos cinco meses anteriores, apresentando preço
médio de R$ 4,31. O Açúcar (-1,06%) voltou a registrar retração, sendo de R$ 1,87 o preço médio do quilo do produto.

Em contrapartida, ao contrário do mês anterior, foram observadas altas em sete produtos em Agosto: Farinha de Trigo (5,24%), Manteiga (5,04%), Arroz (4,34%), Pãozinho francês (2,75%), Carne bovina (2,19%), Óleo de soja (0,52%) e Café (0,30%) – sendo que manteiga, carne e café reverteram as baixas registradas no mês anterior.

Nacional – Além de Campo Grande, o preço da cesta básica caiu em 17 capitais do país. As reduções mais expressivas foram registradas em Porto Alegre (-3,50%), João Pessoa (-3,36%) e Salvador (-3,02%) e as variações positivas, em Florianópolis (3,86%), Manaus (1,41%) e Aracaju (0,01%).

A cesta mais cara foi a de São Paulo (R$ 432,81), seguida pela de Florianópolis (R$ 431,30), Porto Alegre (R$ 419,81) e Rio de Janeiro (R$ 417,05). Os menores valores médios foram observados em Salvador (R$ 311,92) e São Luís (R$ 329,42).

Dólar abre semana em baixa, cotado a R$ 4,12
A cotação da moeda norte-americana fechou o primeiro pregão da semana em baixa de 1%, cotado a R$ 4,1252 para venda. O Banco Central segue com a polí...
Mais de 716 mil empresas podem ser excluídas do Simples Nacional
A Receita Federal informou hoje (17) que foram notificadas 716.948 microempresas e empresas de pequeno porte que podem ser excluídas do Regime Especi...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions