A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019

14/08/2017 10:28

Preço da alimentação cai e Capital tem menor inflação para julho desde 2013

Priscilla Peres
Preço da carne caiu em julho. (Foto: João Paulo Gonçalves)Preço da carne caiu em julho. (Foto: João Paulo Gonçalves)

Campo Grande teve deflação de 0,27% em julho, o menor índice para o mês dos últimos quatro anos. Os dados do IPC/CG (Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande) divulgados hoje mostram que a alimentação foi o que mais contribuiu para a redução da inflação no mês passado.

Hortifrutis como a batata, limão e pepino e cortes de carne bovina foram produtos com maior queda no preço no mês. "O principal responsável pelo resultado do índice foi a Alimentação, que registrou fortíssimas quedas nos preços da carne bovina", afirma o coordenador do Nepes,Celso Correia de Souza.

Em julho, somente os grupos de Habitação e Transportes tiveram índices inflacionários positivos. O primeiro devido a alta nas contas de energia elétrica e o segundo por causa do preço da gasolina mais caro.

Os dados do Nepes (Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais) da Uniderp mostram ainda que a inflação acumulada nos últimos 12 meses, na capital de Mato Grosso do Sul, é de 2,52%, índice abaixo do centro da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional, que é de 4,5%.

No período, o maior índice em relação aos grupos é do Vestuário, com 12,61%. Segundo o especialista, “está havendo uma recomposição de preços em relação ao ano passado”.

No acumulado de 2017, ou seja, em sete meses, a inflação registrada caiu de 1,29% para 1,01%, taxa ainda baixa quando comparada com anos anteriores. “A Alimentação também está tendo uma grande contribuição neste ano para frear a inflação, com um índice acumulado de -2,57%”, esclarece Celso.

Dólar sobe pelo 4º dia seguido e fecha cotado a R$ 3,75
O dólar comercial fechou a sexta-feira (18) em alta de 0,22%, cotado a R$ 3,756 para venda. Este é o 4º avanço consecutivo e o maior valor de fechame...
Seguro-desemprego é reajustado em 3,43% e parcela máxima chega R$ 1.735,29
O empregado demitido sem justa causa terá o seguro-desemprego corrigido em 3,43%, correspondente à inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumido...
Interior da Ásia e África registram aumento de turistas
Aos poucos os turistas estão descobrindo as belezas das cidades do interior dos principais países. Cingapura e Kuala Lumpur (Malásia) continuam no to...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions