A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

23/09/2013 22:30

Prefeitos de MS pressionam senadores contra projeto que tira R$ 30,4 milhões

Vinícius Squinelo

Prefeitos de Mato Grosso do Sul, em conjunto com o deputado Akira Otsubo (PMDB/MS), defenderam na Câmara dos Deputados a manutenção do repasse de R$ R$ 31,862 milhões a 11 cidades do Estado impactados por usinas hidroelétricas. A manifestação foi feita na tarde de hoje (23), na abertura da Mobilização Nacional em Defesa dos Municípios Sedes de Usinas e Alagados.

A mobilização teve a participação dos prefeitos de Bataguassu, Arlei Caravina; de Aparecida do Taboado, José Robson Samara Rodrigues de Almeida (Robinho), e do vice-prefeito de Três Lagoas, Luiz Akira.

Amanhã, os prefeitos e os deputados federais que integram a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios Sedes de Usinas e Alagados vão pressionar pela rejeição do Projeto de Lei Complementar 93/2012, que altera as regras de distribuição da Compensação Financeira pela Utilização dos Recursos Hídricos.

A matéria, que está na pauta da reunião desta terça-feira da Comissão de Assuntos Econômicos, do Senado Federal, reduz em 95,7% o valor que seria repassado a 698 prefeituras de todo o país, entre eles as 11 cidades sul-mato-grossenses.

Perdem recursos as cidades sul-mato-grossenses de Aparecida do Taboado, Anaurilândia, Bataiporã, Bataguassu, Brasilândia, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo, Selvíria e Sonora.

Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions