ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, DOMINGO  29    CAMPO GRANDE 25º

Economia

Procon descarta 298 produtos em fiscalização ao mercado Alemão

Peixes foram encontrados descongelados, fora do padrão de armazenamento estabelecido pela Superintendência

Por Geisy Garnes e Bruna Kaspary | 04/12/2018 11:54
Procon checando a documentação e alvarás do mercado (Foto: Bruna Kaspary)
Procon checando a documentação e alvarás do mercado (Foto: Bruna Kaspary)

Equipes do Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) descartaram 298 produtos que estavam armazenados irregularmente ou fora do prazo de validade na loja do Alemão Conveniências, no Centro de Campo Grande, durante fiscalização na manhã desta terça-feira (4).

De acordo com Marcelo Salomão, superintendente do Procon-MS, denúncias de que os queijos vendidos no local estavam “fora dos padrões de consumo” chegaram a superintendência na sexta-feira, dia 30 de novembro.

Nesta terça-feira, as equipes não encontraram irregularidades nos queijos, mas sim outros 294 itens armazenados de forma errada e outros quatro vencidos. Segundo Salomão, os produtos deveriam estar congelados, mas estava apenas refrigerados. “O número é muito alto se o tamanho do mercado for levado em consideração”.

“O que me chama a atenção é que são muitos peixes. O produto deveria estar duro congelado, mas estava com uma textura meio macia, mole. Isso não significa que esteja estragado, mas não estava em condições apropriadas”, explicou Salomão.

Para evitar novos descartes, o Procon determinou a troca de todos os freezer do mercado em um prazo de 60 dias. A loja ainda poderá ser multada entre os valores de R$ 5 a 50 mil.

Ao Campo Grande News, o gerente da loja, Rodrigo Josué de Brito, explicou que os freezer do mercado ainda são abertos e o calor deve ter causado uma alteração do termostato, resultando no descongelamento dos peixes. Ainda segundo ele, a troca já está prevista, mas ainda não há data para isso acontecer. “Isso faz parte da refrigeração da loja. Quando trocar os frezer vai ser necessário colocar climatizadores”.

Todos os produtos foram descartados pelo Procon com uso de um ácido. Depois disso, as embalagens são novamente lacradas - para não haver contaminação - e descartadas no lixo comum.