ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 26º

Economia

Programa oferece espaço e capacitação, mas microempresas não procuram

Proincubação (Programa Municipal de Incubação de Empresas) revogou edital para adequação

Por Caroline Maldonado | 14/06/2024 09:31
Incubadora Municipal de Empresas Mário Covas, que fica no bairro de mesmo nome. (Foto: Denilson Secreta/PMCG)
Incubadora Municipal de Empresas Mário Covas, que fica no bairro de mesmo nome. (Foto: Denilson Secreta/PMCG)

Nenhuma empresa ou cooperativa se inscreveu no Proincubação (Programa Municipal de Incubação de Empresas) da Prefeitura Municipal de Campo Grande, que abriu vagas em fevereiro deste ano. Quase quatro meses após a abertura, o edital foi revogado por causa da falta de interessados. Será feita uma adequação no texto para abrir novas inscrições. O programa oferece capacitação e espaço físico para micro e pequenos empresários, além de cooperativas.

Para conseguir interessados no projeto, a Sidagro (Secretário Municipal de Inovação e Desenvolvimento Econômico) pretende fazer uma articulação com grandes empresas da Capital que possam indicar seus fornecedores, segundo o secretário Ademar Silva Júnior.

“Vamos fazer um planejamento estratégico com um link com o Parktec (Parque Tecnológico). A ideia é trazer grandes empresas e que tragam seus pequenos fornecedores. Vamos fazer essa adequação no edital e abrir novamente, em breve, de uma forma mais ampla. Por exemplo, a JBS pode trazer pequenos fornecedores para incubar”, detalhou o secretário, mencionando a indústria que tem frigoríficos na Capital.

Sobre a falta de adesão ao programa neste ano, o secretário acredita que é necessário estruturar uma política de desenvolvimento para conseguir levar, de fato, a capacitação e apoio às empresas. “Estamos fazendo um trabalho forte nesse sentido para criar um ambiente que favoreça esse desenvolvimento”, disse.

Benefícios - Podem participar microempresas, empresas de pequeno porte e cooperativas, em fase inicial, ou seja, com no máximo um ano de existência formal. As vagas foram abertas inicialmente para a Incubadora Municipal de Empresas Mário Covas, que fica no bairro de mesmo nome.

O programa oferece espaço e condições para funcionamento das atividades e capacitações nas áreas de gestão, pessoal, tecnologia, mercadológica, financeira, jurídica e de sustentabilidade, tanto para empresas incubadas como para a comunidade, oferecendo, também, possibilidades de acesso a provedores de serviços profissionais e a investimentos.

O edital previa dez vagas e os demais aprovados ficariam no cadastro de reserva. Os incubados pagam tarifa de incubação de R$ 177,91 do primeiro ao terceiro mês. No período de incubação residente (em que há acesso a sala de 35m²), a tarifa vai de R$ 255,14 a R$ 510,37.

Na incubação residente (com sala de 70m²), a tarifa vai de R$ 459,34 a R$ 918,72. Na incubação à distância o valor começa em R$ 170,42 e chega a R$ 275,22.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias