ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 33º

Economia

Receita libera nesta sexta-feira consulta a lote residual de restituição do IR

No País, são mais de 273 mil pessoas beneficiadas com devolução de valor pago em imposto

Por Marta Ferreira | 22/10/2020 15:34

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Vai ser aberto pela Receita Federal nesta sexta-feira (23), às 9 horas (horário de Mato Grosso do Sul), consulta ao lote residual de restituição do IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física.  No País, 273.545 contribuintes serão beneficiados.

Os valores serão creditados no dia 30 de outubro. Em Mato Grosso do Sul, são 4.029 declarações, cujo valor a ser liberado, no total, é de R$6.9 milhões. Dessas, a maioria, são 3.366 do ano de 2020.

Quem recebe – Do valor total desse lote residual, R$ 211.773.065,86 são destinados aos contribuintes com prioridade legal. São eles 5.110 idosos acima de 80 anos, 38.301 pessoas entre 60 e 79 anos, 4.636 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 21.244 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda 204.254 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 5 de outubro de 2020.

Consulta - Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar o site da Receita Federal. Existe ainda a opção de aplicativo para tablets e smartphones, que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF.

Se a restituição for liberada, mas o valor não cair na conta, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco. O contribuinte também poderá fazer o agendamento no site do BB.

(Matéria atualizada às 19h para acréscimo de informação)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário