A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

21/07/2016 18:06

Restrição para caminhões na cidade das Olimpíadas atrasa entregas de MS

Ricardo Campos Jr.
Imagem feita por caminhoneiro de MS mostra congestionamento na Avenida Brasil nesta quinta (Foto: Direto das Ruas)Imagem feita por caminhoneiro de MS mostra congestionamento na Avenida Brasil nesta quinta (Foto: Direto das Ruas)

Grande fluxo de veículos e poucas alternativas para o transporte de cargas. No Rio de Janeiro, cidade que em breve será palco dos jogos olímpicos, a restrição de horários para caminhões prejudica entregas e causa dores de cabeça para os condutores. Nesta quinta-feira (21), por exemplo, havia veículos que partiram de Mato Grosso do Sul e enfrentaram longo congestionamento.

Isso porque só é permitida a passagem de veículos de grande porte pela Avenida Brasil, principal via de acesso à Cidade Maravilhosa, das 6h às 10h e das 17h às 21h. Sem alternativas, muitos viajam de madrugada para chegar antes da liberação e conseguir opassar.

Renan Franco, 30 anos, funcionário do setor de vendas da Trans América em Campo Grande, conta que os motoristas muitas vezes não conseguem manter um ritmo de horários e vivem sempre diante do risco de atrasar as entregas ou então as coletas.

Segundo o presidente do Setlog (Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de Mato Grosso do Sul), Cláudio Antônio Cavol, o problema acontece também em outras metrópoles brasileiras, como São Paulo.

“O poder público deveria melhorar a estrutura viária da cidade, mas não faz isso de forma eficiente e acaba causando transtornos que aumentam o preço dos produtos”, afirma.

Segundo ele, durante a proibição de tráfego, os caminhoneiros não têm outra alternativa senão ficar parados nos postos de combustível.

“Quando os caminhões são liberados, existe uma retenção, tem o pico de caminhões em determinadas vias, o que ocasiona congestionamento, atraso, consumo de combustível e estresse ao motorista”, explica.

Cavol não tem números do quanto essa demora aumenta o preço dos serviços, mas afirma que em torno de cinco mil caminhões saem do estado em direção ao sudeste por dia.

Agências do BB abrirão uma hora mais cedo para saques do Pasep
As pessoas com mais de 70 anos beneficiadas com o saque das cotas do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) poderão ir mais c...
Águas Guariroba consta pela 2ª vez entre 150 melhores para se trabalhar no País
Pela segunda vez, a concessionária Águas Guariroba, responsável pelo saneamento básico em Campo Grande, está relacionada entre as 150 melhores  empre...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions