A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/10/2013 14:55

Secretária garante que Codecon funciona e trará R$ 207 mi para a cidade

Kleber Clajus
Dharleng garante que Codecon opera a pleno vapor em Campo Grande (Foto: Cleber Gellio)Dharleng garante que Codecon opera a "pleno vapor" em Campo Grande (Foto: Cleber Gellio)

A titular da Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e Agronegócio) Dharleng Campos, garantiu hoje que o Codecon (Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico) trabalha em “pleno vapor” e já aprovou a instalação de 18 empresas em Campo Grande, que devem gerar 1,8 mil empregos diretos. Os investimentos somam R$ 207 milhões.

“Ontem o Codecon aprovou 18 de 23 cartas propostas apresentadas. Já na próxima quarta-feira serão dez novas empresas que terão os projetos avaliados”, explica Dharleng.

As empresas, de acordo com a secretária, são do setor hoteleiro, de vestuário, alimentício e de prestação de serviços na saúde, que envolvem ampliação de hospitais.

“O conselho sempre esteve funcionando. O que não queremos é que benefícios fiscais do Prodes (Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social) sejam concedidos a empresas que depois desistam de investir no município, como ocorreu no passado”, ressalta.

Críticas – O Codecon tem sido duramente criticado pela demorar em conceder benefícios do Prodes a empresas interessadas em investir em Campo Grande.

Hoje o vereador Chiquinho Telles (PSD) voltou a criticar a Sedesc por não favorecer a instalação de um shopping na região das Moreninhas.

“Tá na hora de cuidar de perto dos investimentos. Estamos esquecidos na geração de empregos”, pontuou Telles ao lembrar que a obra está orçada em cerca de R$ 100 milhões. “Está travado no quê?”, questiona.

Ex-secretário da Sedesc, Edil Albuquerque (PMDB), acredita que o município sofreu uma retração na busca de investimentos. “Depois de nove meses acordaram e a população acompanha de perto a falta de empregos”, afirma Edil que a frente da pasta alcançou valores de R$ 1,9 bilhão.



O vereador Edil Albuquerque acha que somente ele trouxe empregos e desenvolvimento á Capital, quando foi secretária da gestão municipal passada! Seja mais humilde vereador, e não torça contra, pois afinal é a sua cidade!
 
MARCELLO MENDES em 22/10/2013 21:02:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions