A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

01/04/2016 13:57

Secretário diz que situação financeira do Estado ainda é complicada

Priscilla Peres e Leonardo Rocha
Secretário falou hoje sobre os dados divulgados durante a semana. (Foto: Alan Nantes)Secretário falou hoje sobre os dados divulgados durante a semana. (Foto: Alan Nantes)

O secretário de Fazenda, Marcio Monteiro, disse hoje que apesar do superavit de R$ 38 milhões no primeiro bimestre deste ano, a situação financeira do governo está longe de ser tranquila.

De acordo com ele, essa sobra de caixa nos dois primeiros meses é resultado da arrecadação com IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), que tem maior incidência nas contas no início do ano.

"Houve uma melhora na arrecadação nos três primeiros meses em função do IPVA, porém outros setores tiveram queda. Esse resultado não significa que a crise passou, ela ainda está aqui", afirma o secretário responsável pelas finanças estaduais.

No ano passado, para garantir o bom desempenho financeiro em 2016 e se afastar da crise, o governo adotou medidas fiscais e aumentou impostos. "Tem muitos setores que a arrecadação ainda está baixa. Então por isso, esse superavit no primeiro bimestre ainda não alivia o caixa".

Segundo informações da execução orçamentária publicada nesta semana, o governo de Mato Grosso do Sul arrecadou R$ 1,744 bilhão nos dois primeiros meses do ano, montante que representa 13% da previsão para os doze meses, de R$ 12,8 bilhões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions