A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/10/2008 08:16

Setor público tem salário 2,5 vezes maior que o privado

Redação

Servidores públicos têm vencimentos médios 2,5 vezes maiores que os trabalhadores do setor privado de Mato Grosso do Sul, segundo aponta a pesquisa do Cadastro de Empresas, referente ao ano de 2006, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A pesquisa não considera, porém, as diferenças salariais por categoria ou enquadramento nos respectivos setores.

No ano de 2006, a administração pública de Mato Grosso do Sul empregava 118.372 pessoas, cujos salários custaram R$  2.561 851.000. Isso significa que, em média, cada uma recebeu ao longo do ano R$ 21.642. Já os outros 345.320 trabalhadores do setor privado tiveram rendimento total de R$ 2.964.860.000, o que significa uma média individual de R$ 8.585.

Depois do funcionalismo, o comércio é o segundo setor empresarial que mais emprega no Estado, porém os salários são bem menores. Em 2006 o comércio tinha 117.945 funcionários, que receberam em salários R$ 676.209.000. Isso significa uma média per capita de R$ 5.733 por ano.

Na indústria da transformação o pessoal ocupado há dois anos era 59.113 e os vencimentos totalizaram R$ 489.703.000. Isso corresponde a uma média salarial de R$ 8.284, ou seja, 44% a mais do que é pago no comércio.

No ano da pesquisa estavam estabelecidas no Estado 69.059 empresas. A maioria delas, 35 365, é do setor comercial.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions