A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018

06/06/2011 10:35

Sondagem mostra indústrias otimistas principalmente quanto a exportações

Marta Ferreira

Levantamento feito pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) em abril, e divulgado agora, revela otimismo do setor para os próximos seis meses. A Sondagem Industrial indicou boas expectativas quando às vendas, à aquisição de matéria-prima, às contratações e também às exportações.

O indicador mais alto foi relativo às exportações, que ficou em 61.7 pontos, seguido das expectativas da indústria, que ficou em 54,1 pontos, o que traduz o otimismo. O indicador vai de zero a 100 e valores acima de 50 são considerados positivos.

Em relação às contratações, o índice ficou em com 53,3 pontos, para compras de matérias-primas foi de 56,4 pontos.

De acordo com a Fiems, ndicadores acima dos 50 pontos significam a ocorrência de expectativaspositivas para os próximos seis meses. “O ritmo da produção

industrial continua menor entre as firmas de médio e grande porte, enquanto as firmas classificadas como de pequeno porte apresentaram, na mesma comparação, um resultado melhor”, traz análise do Radar da Fiems.

Em maio, setor industrial estava confiante quanto ao desempenho nos próximos meses.(Foto: Divulgação)Em maio, setor industrial estava confiante quanto ao desempenho nos próximos meses.(Foto: Divulgação)

Confiança-A Fiems também divulgou o comportamento do Índice de Confiança do Empresário Industrial em Mato Grosso

do Sul (ICEI/MS) para o mês de maio. O índice alcançou 56 pontos, com destaque no Estado ficou por conta da manutenção da confiança dos empresários industriais em relação ao comportamento esperado para as

economias brasileira, sul-mato-grossense e das condições de desempenho da própria empresa, com valores de 56,4, 54,2 e 63,8 pontos, respectivamente.

“Os indicadores ficaram acima da linha divisória dos 50 pontos, que é o valor de referência e a partir do qual há a

sinalização de empresários industriais confiantes”, reforçou o Radar da Fiems.

Em maio, para 22,2% dos entrevistados houve melhora nas condições atuais da economia brasileira. Quando indagados sobre a economia estadual, a melhora foi apontada por 17,9% dos participantes.

Com relação à própria empresa, as condições atuais estão melhores para 28,6% dos respondentes. Para os próximos seis meses, 46,4% dos respondentes mostram-se confiantes em relação à economia brasileira.

No caso da economia estadual, na mesma comparação, os que disseram estar confiantes alcançaram a marca de 40,7%. Com relação ao desempenho da própria empresa, considerando o mesmo período, 57,2% dos respondentes

mostraram-se confiantes.

Dólar fecha em queda, cotado a R$ 3,71, de olho no cenário eleitoral
O dólar fechou a sexta-feira (19) em queda com o mercado ainda acompanhando o cenário eleitoral. A moeda caiu 0,26%, vendida a R$ 3,7125. Na semana, ...
Preço da gasolina cai 2% nas refinarias a partir de amanhã
A Petrobras anunciou hoje (19), em sua página na internet, que o preço do litro da gasolina ficará 2% mais barato em média nas refinarias de todo o p...
Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 10,88% em 12 meses
O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, subiu 0,97% na segunda prévia de outubro. A taxa é inferior ao 1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions