A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/03/2013 10:18

Trabalhadores de frigorífico de Terenos param pelo fim de banco de horas

Ângela Kempfer

Funcionários do frigorífico Peri, de Terenos, fazem nesta sexta-feira paralisação de 24 horas pedindo o fim do banco de horas implantado pela empresa e cobrando reajuste. Hoje o valor é de um salário mínimo e a briga é por piso salarial de ingresso no valor de R$ 1.450,00.

Segundo a Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins de MS, o movimento começou na madrugada, às 3h, porque as reivindicações foram repassadas á direção que se nega a negociar com o sindicato que representa os trabalhadores, “por ainda não representar legalmente a base sindical de Terenos”.

A Federação garante que isso não procede e explica que a inclusão do município já foi requerida junto ao Ministério do Trabalho e que está em fase de regularização, por isso tem base legal para negociar.

Além de acabar com o banco de horas e ganhar os extras em dinheiro eles querem que prêmio por produção seja registrado em carteira.

A empresa tem cerca de 350 funcionários e segundo a entidade, 90% pararam hoje.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions