A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

05/10/2010 13:02

Tribunal julga amanhã recurso do BB sobre consignado

Redação

Está previsto para ser julgado amanhã o recurso impetrado pelo Banco do Brasil contra a concessão de liminar que garantiu ao banco BMG operação livre para a concessão de crédito consignado aos servidores do Poder Executivo de Mato Grosso do Sul.

O Banco do Brasil sustenta que firmou junto ao governo estadual contrato de exclusividade para operar empréstimo consignado aos servidores públicos. Em sua defesa, o banco afirma que o Estado pode decidir sobre os lançamentos na folha de pagamento de seus servidores de acordo com a conveniência e oportunidade.

Além disso, o BB afirma que tem processamento da folha de pagamento dos servidores do Estado e que realiza o lançamento das parcelas dos empréstimos sem ônus nenhum para o Executivo ou para o servidor.

Um decreto do início ano estabeleu o BB como único banco autorizado a fazer empréstimo consignado aos servidores, mas liminares concedidas a instituições financeiras derrubaram a validade da medida, sob o argumento de que ela viola a livre concorrência. O Banco do Brasil refuta o argumento, afirmando "pratica as menores taxas e melhores condições".

Na ação, o BB também lembra que não há impedimento legal para que outros bancos utilizem outras linhas de crédito voltadas aos servidores.

A votação do recurso estava prevista para semana passada, mas foi adiada por um pedido de vistas do desembargador Claudionor Abss Duarte.

Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...
Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions