A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

28/04/2016 17:38

Unidade da Vale em MS produziu 70% a menos minério de ferro no trimestre

Mariana Castelar
Mineradora de Corumbá  teve queda de 71,6% na produção de minério de ferro nos três primeiros meses de 2016 comparado com a mesma época do ano passado (Foto: Site Diário Corumbaense)Mineradora de Corumbá teve queda de 71,6% na produção de minério de ferro nos três primeiros meses de 2016 comparado com a mesma época do ano passado (Foto: Site Diário Corumbaense)

A produção de minério de ferro da unidade da Vale em Corumbá - distante 419 km de Campo Grande, caiu 71,6% no primeiro trimestre deste ano comparado ao mesmo período de 2015. Os dados foram divulgados hoje pela empresa no relatório de produtividade.

Se compararmos a produção do primeiro trimestre de 2016 com os três últimos meses de 2015, a queda chega a 37,8%. 

No Sistema Centro-Oeste, que compreende as minas de Urucum, localizada em Ladário - distante 419 km de Campo Grande, e a unidade de Corumbá, a produção ficou 56,4% menor do primeiro trimestre para o outro.

De acordo com o documento, o motivo da queda foi a otimização dos níveis de estoque e margens, ou seja, por conta do excesso de material, a Vale optou por diminuir a produção. A assessoria explicou que as decisões são estratégicas e não lineares, ou seja, no próximo trimestre pode haver um aumento na produção.

O relatório também mostrou que o Rio de Janeiro, alcançou 77,5 mil toneladas  de minério. O número foi o maior em produção de minério em  um primeiro trimestre na história da Vale, com crescimento 0,2%.

Em fevereiro do ano passado, o Campo Grande News relatou que  Mato Grosso do Sul recebeu US$ 351,3 milhões em investimentos da Vale durante todo o ano de 2014. Os recursos foram destinados, sobretudo, para áreas de minério de ferro e manganês e só ao setor socioambiental foram destinados US$ 8,8 milhões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions