ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Educação e Tecnologia

Alunos da UFMS aguardam volta às aulas com preocupação de perder férias

Apesar da chance de seguirem direto, estudantes não querem que próximo semestre seja prejudicado

Por Jéssica Fernandes e Geniffer Valeriano | 25/06/2024 13:14
Corredor da UFMS com poucos estudantes nesta manhã (Foto: Henrique Kawaminami)
Corredor da UFMS com poucos estudantes nesta manhã (Foto: Henrique Kawaminami)

Nos corredores da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) o clima é de expectativa e ansiedade por parte dos alunos que aguardam pelo retorno às aulas. Sem data definida para a retomada das atividades, a previsão é que os professores voltem às salas em julho.

A greve dos docentes durou nove semanas e chegou oficialmente ao fim no dia 18 deste mês. Em Campo Grande, na Cidade Universitária, os acadêmicos sentiram parcialmente o reflexo dessa ausência no decorrer do semestre. Estudante de Engenharia Civil, Juliano Ramos, de 16 anos, ingressou no curso neste ano e dos seis professores que compõem a grade curricular do 1º semestre, somente dois seguiram até o fim.

Aos poucos, o jovem relata que a rotina tem voltado ao que  era antes do período de greve. “Hoje mesmo tive uma prova da professora que não aderiu à greve. Eu acho que não vai ficar tão pesado essa volta porque algumas matérias já foram feitas”, diz.

Juliano Ramos vê retorno às aulas com otismo e preucupação. (Foto: Henrique Kawaminami)
Juliano Ramos vê retorno às aulas com otismo e preucupação. (Foto: Henrique Kawaminami)

Apesar do otimismo, o estudante mostra preocupação com a possibilidade das matérias do segundo semestre conflitam com as do primeiro que não foram cumpridas. “O problema é que pode ser que acabe misturando esse semestre com o próximo. No momento que falaram que iam voltar da greve, eu fiquei um pouco triste por ter que retomar a rotina, mas era algo que estávamos esperando”, declara.

O motivo da tristeza é pelo fato de que com a volta às aulas em julho, os acadêmicos não terão férias no próximo mês. Por essa razão, Dahra Nascimento, de 19 anos, tem opinião dividida sobre a volta às aulas em julho, já que alguns estudantes não poderão retornar à cidade ou estado de origem.

“Ninguém gosta de perder as férias, mas pelo menos vai ficar um pouco mais leve esse semestre já que foi dividida as matérias. O ruim mesmo deve ser para quem não mora aqui, que mora em outra cidade e estado, que não vai conseguir ficar um tempo com os familiares, afirma.

Para Dahra ausência das férias pode atrapalhar estudantes que tem família em outras cidades. (Foto: Henrique Kawaminami)
Para Dahra ausência das férias pode atrapalhar estudantes que tem família em outras cidades. (Foto: Henrique Kawaminami)

Para Guilherme Ribeiro, de 18 anos, o retorno é positivo mesmo que ninguém tenha o período de férias para anteceder a retomada do calendário. “Estou ansioso por voltar às aulas porque eu não queria que atrasasse tanto o semestre”, afirma. Acadêmico do 3º semestre de Biologia, ele teve aula somente um entre os seis professores do curso.

Mesmo tendo perdido a oportunidade de fazer as matérias do semestre, ele defende que a greve dos docentes foi por um bom motivo. “Acho que pelo motivo que eles estavam lutando poderiam ter continuado porque não acho que conseguiram o que estavam querendo”, comenta.

Guilherme Ribeiro quer que calendário seja retomado para não prejudicar outras matérias. (Foto: Henrique Kawaminami)
Guilherme Ribeiro quer que calendário seja retomado para não prejudicar outras matérias. (Foto: Henrique Kawaminami)

Calendário Acadêmico - Conforme consta no calendário da universidade, o primeiro período letivo do ano de 2024 está previsto para ser concluído no dia 6 de julho. O segundo período deveria ser iniciado no dia 5 de agosto com término no dia 7 de dezembro.

No dia 12 deste mês, O COUN (Conselho Universitário) da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) deliberou pela manutenção do calendário acadêmico nesta quarta-feira (12). A decisão foi feita por 62 conselheiros, em que 49 votaram contra a suspensão.

Calendário acadêmico da UFMS previa retorno do segundo semestre em agosto.
Calendário acadêmico da UFMS previa retorno do segundo semestre em agosto.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias