ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 27º

Educação e Tecnologia

Com bolsa de R$ 4 mil, médicos podem se candidatar a supervisores de programa

Podem se inscrever médicos formados por instituições superiores reconhecidas pelo Ministério da Educação

Por Gabriel de Matos | 27/12/2023 23:10
Pessoa com jaleco do Programa Mais Médicos lendo uma receita (Foto: Divulgação) 
Pessoa com jaleco do Programa Mais Médicos lendo uma receita (Foto: Divulgação)

As inscrições para supervisores do Programa Mais Médicos Brasil estão abertas. Os interessados têm até 12 de janeiro para participar, no Sistema de Informação e Gestão de Projetos da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Podem se inscrever médicos formados por instituições superiores reconhecidas pelo Ministério da Educação ou que tiveram o diploma revalidado no Brasil.

A diretora da Escola de Extensão, Liana Duenha Garanhani, explica que “o Mais Médicos é um programa do Governo Federal para fortalecer a atenção primária à saúde nos municípios brasileiros. Uma das suas principais ações é a contratação de médicos para atuar em municípios e distritos mais carentes de profissionais de saúde. Para que esta atividade aconteça com qualidade, é necessário o devido acompanhamento e supervisão dos profissionais, e é nesse contexto que atuam as instituições supervisoras, entre elas a UFMS”.

Como instituição supervisora do Programa em Mato Grosso do Sul, a UFMS é responsável pela seleção, supervisão e acompanhamento das atividades. “A Universidade conduzirá o processo com máxima transparência, equidade e isonomia. Lembrando que a Instituição supervisionou profissionais atuantes no Mais Médicos na edição de 2015 do Programa”, reforça Liana.

Os candidatos convocados receberão bolsa de R$ 4 mil durante o tempo que estiverem vinculados ao Programa Mais Médicos Brasil. A seleção será feita a partir da pontuação obtida na análise curricular, experiência profissional e de formação acadêmica dos candidatos. A experiência prévia na atenção básica de saúde também é um critério importante na classificação. Segundo Liana, professores da UFMS também podem atuar como supervisores. “Os interessados em participar devem apenas atentar se dispõem da carga horária necessária para atuar no programa”, comenta.

Para se inscrever, o candidato deve usar sua conta Gov.br ou ter o passaporte da UFMS. Depois,  é necessário preencher o formulário e anexar os documentos exigidos no edital.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias