ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  17    CAMPO GRANDE 19º

Enquetes

Maioria apoia inclusão de professores no grupo prioritário de vacina

Projeto de decreto legislativo apresentado na assembléia de MS quer a inclusão de professores no grupo prioritário

Por Jhefferson Gamarra | 27/02/2021 10:48
Governo do Estado anunciou o retorno das aulas de forma híbrida a partir de abril (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Governo do Estado anunciou o retorno das aulas de forma híbrida a partir de abril (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

A maioria dos leitores do Campo Grande News, que responderam a enquete lançada nesta sexta-feira (27), concordam que professores devem ser prioridade imediata no calendário de vacinação contra a covid-19. Do total, 64% acreditam que há necessidade da imunização prioritária aos profissionais da educação.

Mesmo com larga vantagem de favoráveis a enquete gerou debates nas redes sociais. “Essa vacina quem tem que receber são os funcionários da saúde, segurança pública, e todas as pessoas que estão na linha de frente todos os dias, e não aos professores”, argumentou um leitor.

Entres os favoráveis houve quem alertou que apenas a vacinação não resolve totalmente a situação. “Sou favorável, porém as escolas devem dar o mínimo de condições para os cuidados de todo corpo docente, funcionários e a criança”.

Teve também aqueles que ficaram em cima do muro, exigindo vacinação para todos. “Pra falar a verdade a prioridade tem que ser pra todos mais quando se trata de Brasil fica difícil. Eu sou a favor dos professores tomarem desde que as aulas voltem caso contrário deixa pra outras prioridades”, opinou outra leitora na caixa de respostas da publicação no facebook.

O debate em torno da prioridade aflorou ainda mais após a apresentação e um projeto de Decreto Legislativo de autoria do deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), que assegura o direito de prioridade na vacinação contra o coronavírus para a comunidade escolar pública e privada municipal e estadual de Mato Grosso do Sul.

A matéria apresentada durante a sessão quinta-feira (25), ainda passará pelas comissões pertinentes para depois seguir o trâmite regimental de votação.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário