ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 17º

Enquetes

Maioria concorda que academias sejam "essenciais" na pandemia

Governo estadual permitiu que academias funcionassem no Estado mesmo em caso de restrições mais rígidas

Por Guilherme Correia | 12/05/2021 07:30
Equipamentos em academia fechada logo no começo da pandemia (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Equipamentos em academia fechada logo no começo da pandemia (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Maior parte, 60%, dos leitores que responderam enquete concordam que academias sejam consideradas atividades essenciais durante a pandemia da covid-19.

No começo do mês, foi feita alteração em Diário Oficial do Estado, permitindo que esses estabelecimentos funcionem em caso de novas restrições mais rígidas, da mesma forma como supermercados, farmácias ou delivery, por exemplo, seguindo a premissa de que atividades físicas são indispensáveis.

"Gente, se até tabacaria está funcionando, por que academia não poderia?", questiona a leitora Valquiria Ximenes nos comentários do Campo Grande News.

Assinada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), essa lei autoriza prática tanto em lugares destinados para essa finalidade quanto em espaços públicos. Ainda conforme descrito, as práticas deverão ser executadas seguindo as medidas de biossegurança.

Vale lembrar que em caso de situações excepcionais consideradas de emergência ou calamidade pública, está previsto na lei que o governo poderá impor restrições a partir de decisão administrativa e com base em parecer da SES (Secretaria Estadual de Saúde).

Ainda nos comentários, a leitora Dayane Alvares questiona se: "alguém vai passar fome ou morrer por ficar sem ir na academia?".

Antes a isso, ainda em maio, o governo federal reconheceu academias de esporte de todas as modalidades como atividade essencial durante o período pandêmico, sob justificativa de que a prática de atividades físicas atuam na prevenção e promoção da saúde.

Já infectologistas recorrem a publicações científicas para defender que ir à academia de ginástica tem alto risco de infecção - caso haja pessoas infectadas no local - semelhante a comer em bufê ou ir ao parque de diversões ou cinema, e que a melhor alternativa para imunidade são exercícios aeróbicos moderados realizado de forma regular, ao invés de exercícios intenso ou de longa duração, que podem gerar um efeito depressor no sistema imunológico.

Por fim, a leitora Alexsandra Novaes escreve que concorda com a decisão, que na visão dela auxilia "para manter a saúde física e mental".

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário