ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 31º

Enquetes

Maioria discorda de cobrar imposto para motoristas de aplicativo trabalharem

Comparado à enquete feita em 2019, percentual quase não se alterou

Por Guilherme Correia | 27/10/2021 07:47
Celular aberto com tela de aplicativo de mobilidade urbana. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)
Celular aberto com tela de aplicativo de mobilidade urbana. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

A maioria dos leitores do Campo Grande News acha que motoristas que trabalham por meio de aplicativos de mobilidade não deveriam pagar algum tipo de imposto para estarem aptos a trabalharem. Cerca de 32% são favoráveis a essa ideia, enquanto os demais 68% se opõem.

Conforme noticiado ontem, mototaxistas, taxistas e motoristas de aplicativo terão de pagar R$ 291,84 em 2022 (uma vez por ano). Esse valor é referente ao ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza), cobrado a esses trabalhadores há algum tempo. Comparado à enquete feita em 2019, o percentual quase não se alterou.

Os valores constam em publicação feita pela Sefin (Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento) no Diário Oficial de Campo Grande;

Vale lembrar que além dos motoristas autônomos que atuam com transporte de passageiros, profissionais liberais e autônomos diversos tiveram seus valores de pagamento anual de ISSQN definidos pela resolução.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário