A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

13/03/2018 16:50

Acusado de escalar jogador irregular, Costa Rica será julgado hoje

Lateral Paulinho é acusado de atuar no Campeonato Estadual sem cumprir quatro jogos de suspensão do ano passado

Gabriel Neris
Lateral Paulinho é acusado de ter jogado de forma irregular no Campeonato Estadual (Foto: Costa Rica/Divulgação)Lateral Paulinho é acusado de ter jogado de forma irregular no Campeonato Estadual (Foto: Costa Rica/Divulgação)

Esta marcado para o início da noite desta terça-feira (13) o julgamento do Costa Rica, denunciado no TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) por supostamente ter atuado com jogador irregular no Campeonato Estadual. O clube corre pode ser eliminado da competição. A sessão da 1ª Câmara Disciplinar está marcada para às 18h.

O julgamento seria realizado na noite de segunda-feira, porém o advogado de defesa do Costa Rica, Arley Campos de Carvalho, alegou que não houve tempo hábil para analisar o processo. Os auditores concordaram com o pedido do advogado e o presidente da sessão, Patrick Hernands Ribeiro, remarcou o julgamento para hoje.

O Costa Rica foi denunciado nos artigos 214 (incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente) e 223 (Deixar de cumprir ou retardar o cumprimento de decisão, resolução, transação disciplinar desportiva ou determinação da Justiça Desportiva) do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva).

O atleta citado é o lateral Paulinho, relacionado para os jogos contra o Novo, União ABC e Comercial. Paulinho, então jogador do Operário, foi expulso na semifinal do ano passado contra o Corumbaense e cumpriu apenas a partida de suspensão automática, obrigatória para quem recebe o cartão vermelho. Assim que o campeonato chegou ao fim, o jogador pegou quatro jogos de gancho. Como não disputou o Estadual da Série B, em Mato Grosso do Sul, precisaria cumprir a suspensão na competição deste ano.

A pena para o primeiro artigo é de perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória, independente do resultado da partida, além de multa de R$ 100 a R$ 100 mil. Para o segundo artigo citado, a pena também é de multa que varia de R$ 100 a R$ 100 mil.

O julgamento do Costa Rica está marcado para às 18h, no hotel Internacional, localizado na rua Alan Kardec, nº 245, Amambaí – região central de Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions