ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 16º

Esportes

Atletas do vôlei fazem visita especial às crianças da AACC

Para as crianças em tratamento foi momento de muito entusiasmo

Por Kamila Alcântara | 22/02/2024 19:10
Atlestas do vôlei de praia conhecem pais e crianças atendidas pela AACC/MS. (Foto: Paulo Francis)
Atlestas do vôlei de praia conhecem pais e crianças atendidas pela AACC/MS. (Foto: Paulo Francis)

Duplas campeãs do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, que está sendo realizada no Parque das Nações Indígenas de Campo Grande, visitaram a AACC/MS (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer de Mato Grosso do Sul) nesta quinta-feira (22). Foi uma tarde de alegrias, experiências e até adquirir conhecimento para apresentar nas cidades onde os atletas vivem.

Representando Mato Grosso do Sul no esporte, Arthur Mariano já se consagrou campeão do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, ao lado de Adrielson Emanuel. Eles estão no topo da competição e consideram essencial conhecer as ações desenvolvidas para o bem-estar das crianças que tratam de câncer.

“Nós, atletas, tentamos levar o esporte para o máximo de pessoas possível, pois acreditamos que pode colaborar positivamente na saúde de todos”, defende Arthur. “Eu não conhecia nenhum trabalho nesse sentido, está sendo uma novidade para mim e fico imensamente grato por colaborar de alguma forma com o desenvolvimento dos pacientes”, completou Adrielson.

Vindas do Fortaleza (CE), a dupla Kyce Martins e Verena Figueira já foram campeãs no último circuito realizado no Mato Grosso do Sul. Elas retornaram confiantes e foram impactadas com as histórias compartilhadas na Associação.

Jogadora Kyce Martins compartilha que perdeu o avô recentemente para o câncer. (Foto: Paulo Francis)
Jogadora Kyce Martins compartilha que perdeu o avô recentemente para o câncer. (Foto: Paulo Francis)

“Fiquei emocionada em conhecer essa iniciativa, pois moro na zona norte da minha cidade e lá as pessoas não têm acesso ao tratamento precoce, igual meu avô. Ele era analfabeto, descobriu o câncer no estômago e morreu pouco tempo depois, aos 72 anos. Vou levar tudo que vi aqui para minha cidade e estimular esse tipo de trabalho nas comunidades mais humildes”, compartilhou Kyce.

“É uma realidade muito diferente do que estamos acostumados e desejamos que esse tipo de atendimento seja realizado em todas as grandes cidades”, disse Verena.

A atleta continua dizendo que estão positivas com a competição. “Estamos com boas expectativas para os jogos, porque fomos campeãs no Circuito passado e é muito prazeroso a oportunidade de jogar em um parque, até o ar daqui é diferente”.

Jaqueline Souza, de 25 anos, é de Bataguassu e o seu filho Pietro, de 4 anos, é uma dos pacientes atendidos pela AACC/MS. Ela diz que momentos como esse, de visitar, são essenciais para o tratamento das crianças. “Nossa, eles gostam muito dessa movimentação. É realmente uma distração, que gera assunto por dias lá em casa”.

Jaqueline Souza Gomes e o filho Pietro, de 4 anos, paciente da AACC/MS. (Foto: Paulo Francis)
Jaqueline Souza Gomes e o filho Pietro, de 4 anos, paciente da AACC/MS. (Foto: Paulo Francis)

A coordenadora de assistência ao beneficiário da Associação, Rosangela Barros, é  uma forma carinhosa de demonstrar atenção às crianças. “Para toda equipe, familiares e crianças é uma forma carinhosa de lembrar do trabalho desenvolvido aqui. Traz alegria, descontração e geram ótimas lembranças, além de haver a identificação das crianças, de que um dia serão como eles”, conclui Rosangela.

A AACC/MS é parceira do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, cujo Centro de Tratamento Onco-Hematológico Infantil (CETOHI) é referência no estado. Ela atende crianças de zero a 19 anos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias