A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/05/2013 19:25

Com um jogador a menos, São Paulo bate a Ponte em estreia no Brasileirão

Paula Maciulevicius
Jogadores do São Paulo comemoram gol de pênalti contra a Ponte Preta. (Foto: Almeida Rocha/Folhapress)Jogadores do São Paulo comemoram gol de pênalti contra a Ponte Preta. (Foto: Almeida Rocha/Folhapress)

Com boa atuação do zagueiro Lúcio que marcou o gol que abriu a vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta, o São Paulo estreou no Brasileirão neste domingo, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O defensor também foi importante para ajudar o time a superar a expulsão de Edson Silva no início do segundo tempo. A esta altura, a vantagem já era cômoda, pois Jadson marcou de pênalti o outro gol são-paulino.

A tarde gloriosa de Lúcio também teve como destaque Denis. O goleiro do São Paulo fez diversas defesas importantes, e impediu a reação da Ponte no decorrer do jogo. Já Luis Fabiano, que também joga para recuperar prestigio, não teve grandes chances no jogo e foi substituído por Aloísio no segundo tempo.

O São Paulo tem a estreia ideal com vitória fora de casa e larga na ponta do Brasileiro com três pontos. Aos poucos, o São Paulo se reabilita da eliminação nas oitavas de final da Libertadores para o Atlético-MG. Na ocasião, Lúcio ficou com o papel de principal vilão por conta de uma expulsão no primeiro tempo do jogo inicial do confronto no Morumbi. O time mandante vencia por 1 a 0, e tomou a virada após o lance. No confronto da volta, o time de Minas venceu por 4 a 1.

Multa e rescisão contratual de Lúcio foram assuntos recorrentes entre os torcedores do São Paulo. Sem ser punido, o zagueiro se manteve calado e conseguiu aliviar a pressão com o gol marcado logo aos oito minutos do primeiro tempo.

Finalizações do São Paulo eram raras, mas Lúcio não deixou a desejar defensivamente, ajudando o time a superar a pressão da Ponte.

O time de Campinas foi melhor em grande parte do jogo, mas sofreu um novo gol por um pênalti infantil cometido por Diego Sacomam em Silvinho aos 44 minutos. Jadson bateu firme no canto direito de Edson Bastos e deu boa vantagem para o time no intervalo.

O segundo tempo poderia transcorrer de maneira tranquila para o São Paulo caso Edson Silva não tivesse cometido erro grotesco em tentativa de dominar a bola aos 13 minutos. O zagueiro a perdeu e ainda cometeu falta em Rildo e acabou sendo expulso com o acúmulo do segundo amarelo.

A Ponte Preta teve chances para, ao menos, diminuir o marcado. Na melhor delas, Denis fez bela defesa em chute cruzado de Alemão. Ao São Paulo, restou se retrancar e esperar o tempo passar.

Agora, o São Paulo encara o Vasco na quarta-feira, às 22h, no Morumbi, pela segunda rodada da competição. Já a Ponte Preta joga no mesmo dia, às 21h, diante do Flamengo, em Juiz de Fora – o mando de campo é do time carioca. (Com informações do UOL Esporte)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions