A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/01/2012 13:40

Comercial apresenta elenco, mas ainda busca reforços até do México

Fabiano Arruda
Aposta do grupo neste ano é ter mesclado jogadores jovens e experientes. (Foto: João Garrigó)Aposta do grupo neste ano é ter mesclado jogadores jovens e experientes. (Foto: João Garrigó)

O Comercial apresentou, na manhã desta segunda-feira, o elenco e comissão técnica para a temporada 2012, que inicia a disputa do Campeonato Estadual do mês que vem.

Segundo informações do presidente do clube, Carlos Alberto Assis, a diretoria ainda busca o reforço de um zagueiro e um meia, mas três reforços podem chegar do futebol mexicano.

A equipe, que será comandada pelo técnico André Souto, que passou por clubes como Botafogo, Atlético-MG e Sport, terá entre 28 a 30 atletas.

Vinte e seis deles foram apresentados hoje no evento que contou com a presença de torcedores.

A aposta da diretoria é mesclar jovens com atletas mais rodados, como o meia Jean Carlo, que integrou o grupo no ano passado, de 40 anos, bem como o volante Edmilson Dubinha, que retorna ao clube.

“A expectativa é ser campeão. Quase chegamos na temporada passada. O grupo deste ano é mais forte”, disse, explicando que, apesar da idade, vai jogar enquanto estiver se sentindo bem fisicamente.

Já Dubinha comentou estar feliz em retornar ao Comercial. “Espero ajudar o time da melhor forma possível e ajudar o clube a crescer”, afirma.

O grupo também tem atletas bastante jovens com o atacante Andrézinho, de 17 anos, apelidado de “Neymarzinho” pelo penteado igual ao do atleta do Peixe. O atacante Roberto, de 19 anos, o lateral esquerdo Alex, da mesma idade, são outros jovens do elenco, que tem média de 25 anos.

O técnico André Souto assegurou que ainda não tem um esquema tático desenhado para o clube e que terá quatro semanas de treinamento para as definições.

Ele disse que aceitou o convite do Comercial, após ter passado pelos grandes centros do futebol no País, por conta do projeto. E que chamou atenção dele ao chegar em Campo Grande o fato dos torcedores não demonstrarem interesse no esporte em Mato Grosso do Sul.

Presidente do Colorado fala diante dos 26 jogadores e aproveita para fazer desabafo sobre o futebol em MS.Presidente do Colorado fala diante dos 26 jogadores e aproveita para fazer desabafo sobre o futebol em MS.

Carlos Alberto Assis comentou em entrevista que o planejamento do Comercial é conquistar o título do Campeonato Estadual, chegar à Copa do Brasil e Série D do Campeonato Brasileiro e, a longo prazo, conseguir vaga na Segundona do Nacional.

O presidente colorado aproveitou para fazer o que chamou de desabafo. Ele afirmou ser muito difícil estar no futebol profissional no Estado e que está cansado das críticas.

“Precisamos de pessoas que ajudem o Comercial. Empresários, torcedores, campo-grandenses, cada um pode fazer um pouco. Coloquei no ano passado meu cargo à disposição para ver se alguém mais competente ou capaz aparecia. Ninguém foi”, declarou. “O único problema da minha vida é o Comercial, mas não quero ver meu time afundar e em minhas mãos”, completou.

Assis também revelou que o novo uniforme do time será apresentado no mês que vem e que ainda faltam cota de patrocínios. Ele anunciou ainda que vai implantar o programa sócio-torcedor no clube a partir do mês que vem. Em uma cota, intitulada de master, dez torcedores vão contribuir com valores que ajudarão no pagamento dos jogadores. A outra terá doações a partir de R$ 50.

Estreia - Sobre a primeira partida do Comercial no Estadual no dia 11 de fevereiro contra o Cene, a diretoria do Colorado deve fazer uma proposta ainda hoje ao Furacão Amarelo para mudar o mando de campo para o estádio Olho do Furacão.

A partida deveria ocorrer no Morenão, mando comercialino, no entanto, o estádio só deve ter a reforma do gramado completa em março.

Caso o confronto não seja no estádio do Cene, a alternativa é o Jacques da Luz, no bairro das Moreninhas. "Mandar o jogo fora de Campo Grande está descartado", informou Carlos Alberto Assis.



Gérson, críticas com fundamento sempre são bem vindas, mas especulações infundadas é que não dá. Pelo jeito vc não sabe nada do que acontece no meio do futebol então só pra refrescar sua memória qdo o Carlos assumiu o ECC, ele estava na 2ª e voltou a 1ª em 2007, campeão em 2010 e terceiro em 2011, então antes de falar o que não sabe se prontifique a ajudar pq falar é fácil...
 
Renato Cintra em 11/01/2012 08:58:52
Realmente como tem gente que critica sem fazer nada para ajudar, é facil falar e se sabe fazer melhor vai lá e faz....
 
lopes lima em 10/01/2012 09:04:14
Vamos esperar acontecer e ver os resultados, sou Operariano (time que acabou) vou torcer para Comercial.
 
Rubens Alvarenga em 10/01/2012 04:52:58
Não entendi, pq Sr. Lopes Lima, se doeu pelo Carlos Alberto. Pois toda crítica é bem vinda, qdo se tem boas intenções, pois sempre é para a melhoria, mas qdo se pensa em fazer de uma determinaa coisa, meio de sobrevivência, aí machuca mesmo, o cidadão fica bravo, rasga a saia e tudo mais. Mas se é seguido de boas intenções, deve receber toda crítica com sabedoria e determinação.
 
Zozimo de Arruda Menezes em 10/01/2012 02:57:11
È louvável e heróica como o presidente do Comercial tenta levantar esse time de tradição que é o Colorado. Mas é difícil acreditar que essa idéia possa ir adiante, trazendo jogagores em fim de carreira(Jean Carlo com 40 anos e o Edmison que estava jogando em torneios de bairros aqui da Capital).Sem falar da média salarial de R$ 2.500,00,que não atrai bons jogadores. Mas, boa sorte na empreitada!
 
MARCELLO MENDES em 09/01/2012 11:36:22
o presidente não gosta de crítica , mais juntar 32 jogadores que nunca se viram e achar que vai ter resultado é brincadeira
 
marcos araujo em 09/01/2012 10:54:13
Parabéns e sorte ao Comercial, vou torcer por vocês já que é o único time de camisa e tradição do Estado que "ainda" existe, já que o meu querido Operário fechou as portas !
 
Guilherme Fonseca em 09/01/2012 07:20:15
Criticas??? Sr. Carlos Alberto, é só Sr. trabalhar com seriedade, que ninguem vai criticá-lo, o problema é que o Sr. só conversa, e muito, e ainda convence muita gente(menos esclarecidos), porque não temos um time a altura, com toda essa verba que entra todo mes, da Supritec e Prefeitura ????? Não venha dizer que é pouco, pois todo mundo sabe qto é . Vamos esperar p/ver. Se perder, cacete de novo.
 
Gerson Pereira de Souza em 09/01/2012 06:48:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions