A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/12/2008 08:20

Corumbá terá hoje manifestação com cara de Bahia

Redação

Em um sincretismo religioso que veio de Salvador (Bahia), nesta terça-feira acontece a tradicional Louvação à Iemanjá, em Corumbá (426 km de Campo Grande), com o ritual, às 19h30, da Lavagem da Escadaria da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária.

A lavagem feita com água de cheiro acontece após a missa solene, celebrada na própria Matriz. Representantes das tendas de Umbanda e Candomblé participam da celebração. A cerimônia é promovida todos os anos pela Prefeitura

Após a missa e o ritual de lavagem da escadaria, os fiéis seguem em cortejo para a prainha do Porto Geral onde acontece a Louvação à Iemanjá. O ritual de oferendas à Rainha das Águas será repetido na noite de 31 de dezembro, no mesmo local.

Na Bahia, a Lavagem do Bonfim é considerada a segunda maior manifestação popular e a principal festa religiosa. Em 1754, quando a imagem do Senhor Crucificado foi transferida da Igreja da Penha, em Itapagipe, para a sua própria igreja, na Colina Sagrada, as escravas queriam assistir à missa e lavar a igreja com ervas de cheiro (como alecrim, alfazema e manjericão e flores), mas foram impedidas.

A festa tem a participação de seguidores do catolicismo, umbanda e candomblé, já que o Senhor do Bonfim de acordo com o sincretismo religioso na Bahia corresponde a Oxalá.

Depois de terem as portas da igreja fechadas, ao descer as escadas o orixá de um Pai de Santo quebrou o vaso que continha água de cheiro na escadaria, nascendo assim a tradição que é mantida também em Corumbá.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions