A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018

04/01/2018 18:58

Corumbaense pagará R$ 10 mil por mês para usar o Arthur Marinho em 2018

Direção do Carijó da Avenida e Liga de Esportes de Corumbá fecham acordo para exploração do estádio, que poderá ser sublocado; contudo, prefeitura não poderá fazer obras no local

Humberto Marques
Reunião definiu uso do estádio pelo Corumbaense em 2018; LEC vai explorar o bar do Arthur Marinho e Carijó poderá sublocar o espaço. (Foto: Clóvis Neto/Divulgação)Reunião definiu uso do estádio pelo Corumbaense em 2018; LEC vai explorar o bar do Arthur Marinho e Carijó poderá sublocar o espaço. (Foto: Clóvis Neto/Divulgação)

Terminou a novela. Depois de uma reunião que durou três horas, a LEC (Liga de Esportes de Corumbá) acertou o aluguel do estádio Arthur Marinho para o Corumbaense Futebol Clube. O acordo permitirá ao Carijó da Avenida mandar seus jogos no campo durante este ano, ao custo de R$ 10 mil mensais.

Detalhes sobre o aluguel foram fechados na noite de quarta-feira (3), e contaram com a participação do procurador-geral da Prefeitura de Corumbá –a 419 km de Campo Grande–, José Luiz de Aquino Amorim, e dos presidentes da Faems (Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul), Alfredo Zamlutti Junior, da LEC, Leôncio Ribeiro Raldes, e do Corumbaense, Bosco Delgado.

Principal praça esportiva de Corumbá e Ladário, o Arthur Marinho terá um aluguel mensal. A LEC poderá explorar o bar da praça esportiva durante todas as partidas ali realizadas neste ano. Em contrapartida, o Corumbaense terá acesso ao campo também para os treinamentos, bem como está autorizado para sublocar o espaço para shows e eventos culturais.

O primeiro jogo no estádio após o acordo acontece no dia 21, quando o Carijó recebe o Ceilândia (DF) pela Copa Verde. A LEC garante que o Arthur Marinho terá condições para receber o jogo, enquanto Bosco Delgado disse já ter providenciado os laudos necessários para uso da praça esportiva neste ano.

Sem obras – Por meio de sua assessoria, o prefeito Marcelo Iunes (PDT) disse ter ficado satisfeito com o fim do impasse. “O Corumbaense não poderia jogar em outra cidade do Estado. Nosso povo é apaixonado pelo futebol. Ele faz parte da nossa cultura e da nossa história. Fico feliz que a população de Corumbá vai poder acompanhar o time aqui e continuamos buscando alternativas para ampliar a capacidade e dar mais conforto aos torcedores”, afirmou.

Iunes lembrou que a prefeitura é um dos principais parceiros do Carijó. “Os vereadores aprovaram emenda no orçamento do município e eu sancionei para dar maior aporte ao clube para disputar as quatro competições ao longo de 2018”. O clube disputará o estadual de futebol, a Copa Verde, Copa do Brasil e a Série D do Brasileirão.

Apesar do acerto, a prefeitura informou que segue sem poder investir na ampliação e modernização do estádio. Isso só seria possível se o Arthur Marinho fosse cedido ao município, o que não deve ocorrer neste momento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions