ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 15º

Esportes

Estadual Sub-17 é novamente adiado, mas segue dentro de período crítico

Atletas terão que fazer viagens para os duelos fora de casa e ainda jogarão rodada dupla nas Moreninhas

Por Nyelder Rodrigues | 16/03/2021 18:18
Foto de partida disputada em novembro de 2020, entre Grêmio Santo Antônio e Cruzeiro (Foto: Arquivo/Ricardo Paredes)
Foto de partida disputada em novembro de 2020, entre Grêmio Santo Antônio e Cruzeiro (Foto: Arquivo/Ricardo Paredes)

Uma mudança que pouco efeito provoca quanto à prevenção da covid-19. Assim pode ser chamado o adiamento do início do Estadual Sub-17, ainda válido pela temporada 2020, e que deveria ter ocorrido em fevereiro, mas acabou remarcado para começar na quinta-feira (18), e hoje foi novamente adiado para nova data.

Agora, a nova tabela aponta para o torneio começando no dia 23, uma terça-feira, ainda com duelos às 13h e 15h, seguidos, no Estádio das Moreninhas, em Campo Grande - fato que pode ser um gerador de risco de aglomeração de pessoas, devido as limitações de espaços do local e estrutura reduzida de acomodação nos vestiários.

O primeiro time a entrar em campo será o Grêmio Santo Antônio, que recebe a Serc, enquanto o Náutico encerra a rodada dupla em duelo contra a Seduc. Os dois visitantes são times do interior, respectivamente, de Chapadão do Sul e Anastácio.

Como ocorre em formato mata-mata, dois dias depois, na quinta-feira (25), ocorrem os duelos de volta no interior. Ao todo, a competição vai envolver três cidades: além de Campo Grande, também Aquidauana e Chapadão do Sul.

No caso, é a Seduc quem vai jogar na vizinha Aquidauana, pois não há estádio habilitado em sua cidade-sede, obrigando a equipe e se deslocar para a cidade vizinha, onde fica o estádio Noroeste. Ali, Seduc e Náutico jogam às 15h.

Já em Chapadão do Sul, no mesmo horário, entram em campo Serc e Grêmio Santo Antônio. Quem vencer, avança para a final, agora marcada para acontecer nos dias 30, uma terça-feira, e 1º de abril, uma quinta-feira. Tais datas já estão fora do prazo de validade do decreto estadual que impõe medidas mais rígidas.

Na semana passada, o Governo do Estado publicou decreto modificando o toque de recolher para às 20h em todo o Mato Grosso do Sul, além de limitar o horário de funcionamento de atividades não essenciais para às 16h aos sábados e domingos.

O decreto, iniciado neste domingo (14), é válido inicialmente por 14 dias, ou seja, vence no próximo dia 27. O motivo de tal medida foi o alto índice de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) no Estado.

Assim como em matéria feita ontem (15) antes do novo adiamento, a reportagem novamente entrou em contato pelo telefone que consta no site oficial da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), organizadora do evento, e não houve êxito. O espaço segue aberto para algum retorno da entidade, que ainda não respondeu o texto anterior.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário